Após assassinato, filho homenageia secretário de Ferraz de Vasconcelos

Secretário de esportes foi executado em frente ao rapaz enquanto estavam na porta de casa. Jovem publica texto para lembrar pai: "para todo o sempre"

Francisco Pereira de Brito foi executado na frente do filho enquanto estavam na porta de casa

Francisco Pereira de Brito foi executado na frente do filho enquanto estavam na porta de casa

Reprodução/Record TV

O filho de Francisco Pereira de Brito, secretário que comandava a pasta de Juventude, Esporte, Turismo e Qualidade de Vida em Ferraz de Vasconcelos e foi morto na noite desta segunda-feira (9), fez uma homenagem ao pai em sua rede social na manhã desta terça-feira (10). Francisco também era advogado criminal e atuava na área há mais de 20 anos. 

Leia também: Corpo de bombeiro é localizado e mortes chegam a 44 no litoral (SP)

O adolescente compartilhou um texto sobre o ocorrido e disse que o pai está com ele "para todo o sempre". Francisco foi executado na frente do jovem quando os dois estavam na porta da casa da família, no município da Região Metropolitana de São Paulo. 

O caso

Por volta das 23h12 desta segunda-feira (9), um carro prata se aproximou da residência do secretário, localizado na Rua José Masi, altura do número 182, no bairro do Jardim San Giovani, e chamou por Francisco de Brito, que estava dentro de casa.

A vítima desceu até a rua acompanhada do filho para ver quem estava chamando. Então, cinco suspeitos começaram a disparar contra o secretário. Foram ao menos 20 tiros e a Polícia Militar afirmou que houve, inclusive, tiros com arma de calibre 12 disparados. O filho não foi atingido pelos tiros. Segundo testemunhas, entevistadas pela Record TV, a vítima conhecia o homem que o chamou. 

Leia também: Helicóptero da PM bate em poste e duas pessoas ficam feridas em SP

Um homem, de 38 anos, compareceu ao bairro e informou que foi abordado por suspeitos armados que levaram seu carro, informando que o utilizaria para cometer um roubo.

O rapaz foi abandonado em um matagal enquanto os suspeitos fugiam com seu carro. Algum tempo depois, eles retornaram com o SpaceFox, devolveram ao dono e fugiram. O carro foi entregue à Polícia Civil e passará por perícia.

Após os disparos, os supeitos fugiram sem levar nada. A Polícia Militar foi acionada, assim como equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), que constataram o óbito ainda pelo local.

Carros da PM permanecem no local realizando o isolamento da área para o trabalho da perícia. O caso foi registrado pela Delegacia de Ferraz de Vasconcelos como homicídio, roubo de veículo e localização,apreensão de veículo.

Até a publicação desta reportagem, a prefeitura de Ferraz de Vasconcelos não havia se posicionado sobre a morte do secretário.