São Paulo Após discussão, funcionário da CET é baleado e morre em São Paulo

Após discussão, funcionário da CET é baleado e morre em São Paulo

Dois homens descem de uma moto, discutem e o garupa atira contra o piloto. Imagens de câmera de segurança mostram a ação 

  • São Paulo | Isabelle Gandolphi, da Agência Record

Garupa e piloto, que é funcionário da CET, param em uma praça e discutem; polícia acredita em execução

Garupa e piloto, que é funcionário da CET, param em uma praça e discutem; polícia acredita em execução

Reprodução - 26.04.2022

O funcionário da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) Demétrio Muniz Pendek foi baleado em uma praça na rua Mateus Siqueira, no bairro Cidade Patriarca, zona leste de São Paulo, por volta das 5h desta terça-feira (26). Câmeras de segurança flagraram a ação.

De acordo com a Polícia Militar, dois homens chegaram de moto e desembarcaram em uma praça. O piloto, Demétrio, discutia com o garupa, ainda não identificado, na parte de trás do veículo.

Momentos depois, ambos descem do veículo e continuam discutindo. Por meio das imagens, eles parecem discutir, uma vez o garupa gesticula enfaticamente com os braços.

Em certo momento, ainda por motivos que serão investigados, o homem atira contra Demétrio cerca de cinco vezes. Em seguida, sobe na moto e foge.

O Corpo de Bombeiros foi acionado para realizar o resgate. A vítima foi socorrida em estado grave e encaminhada ao pronto-socorro do Hospital Ermelino Matarazzo, mas não resistiu aos ferimentos.

A moto de Demétrio foi localizada às 7h40 desta terça-feira. Em nota, a CET informou que lamenta a morte do funcionário e presta apoio à família.

A PM investiga a possibilidade de execução, mas não descarta outras possibilidades. Até o momento, o atirador ainda não foi identificado. O caso deve ser encaminhado ao 10° DP (Penha).

Últimas