São Paulo Após fim de concessão, prefeitura recebe propostas pelo Pacaembu

Após fim de concessão, prefeitura recebe propostas pelo Pacaembu

Quatro empresas fizeram suas ofertas. No entanto, a administração municipal decidiu que os envelopes não serão abertos nesta quinta

Prefeitura de SP recebe propostas de empresas para administrar o Pacaembu

Prefeitura de SP recebe propostas de empresas para administrar o Pacaembu

Lance

Mesmo após ter sido notificada pelo TCM (Tribunal de Contas do Município) sobre a decisão tomada em plenário nesta quarta-feira (15), pela suspensão da licitação para concessão do Estádio do Pacaembu, na zona oeste de São Paulo, a prefeitura recebeu na manhã desta quinta (16) as propostas das empresas interessadas em administrar o estádio. No entanto, a administração municipal decidiu que os envelopes não serão abertos nesta quinta.

Quatro empresas apresentaram propostas: a Progen Projetos de Engenharia, a Universidade Brasil, a Construcap e a WTorre. Esta última entregou os envelopes após o prazo estipulado, até as 10h30, o que ficou registrado em ata.

Tribunal de Contas suspende concessão do Estádio do Pacaembu

O TCM enviou, segundo a prefeitura, sete notificações sobre a suspensão da licitação. A última, ao presidente da comissão de licitação do projeto, já após o recebimento dos envelopes.

A comissão estava reunida, no período da manhã desta quinta, com procuradores do município para decidir se os envelopes seriam abertos ou não. A prefeitura está buscando saídas jurídicas para manter o processo, mesmo com a decisão do TCM.

Concessão do Estádio do Pacaembu deve sair neste mês

A concessão libera a exploração comercial do Pacaembu por 35 anos, com autorização para fazer reformas no local que respeitem as regras de tombamento. O contrato é estimado em R$ 674,5 milhões. Vencerá a licitação quem apresentar o maior valor de pagamento de outorga à prefeitura.

Na quarta-feira, o governo do Estado publicou nota afirmando ser dono de dois terços da área total do Complexo do Pacaembu, na região oeste de São Paulo.

Santos participará de leilão para tentar administrar o Pacaembu

O texto, porém, não especifica quais são esses espaços. Na nota, o governo reclama de não ter sido consultado durante o processo de concessão. A gestão França disse também não constar nesse trâmite "qualquer documentação referente à posse da área".