São Paulo Bombeiros encontram corpo de 4ª vítima após cabeça-d'água em SP

Bombeiros encontram corpo de 4ª vítima após cabeça-d'água em SP

Segundo a corporação, a jovem tinha 21 anos. Outras três pessoas morreram na cachoeira de Lavrinhas, no interior, no domingo (12)

  • São Paulo | Laura Lourenço, da Agência Record

Bombeiros encontram corpo de quarta vítima após cabeça-d'água em Lavrinhas (SP)

Bombeiros encontram corpo de quarta vítima após cabeça-d'água em Lavrinhas (SP)

Divulgação/ Corpo de Bombeiros

As equipes do Corpo de Bombeiros localizaram a quarta vítima que estava desaparecida na região do rio do Braço, em Lavrinhas, interior de São Paulo, após uma cabeça-d'água atingir uma cachoeira neste domingo (12). É uma jovem de 21 anos.

Segundo informações do porta-voz da corporação, major Marcos Palumbo, a jovem foi encontrada na manhã desta segunda-feira (13) após buscas pelas equipes.

Ao menos 13 equipes dos bombeiros atuaram no rio do Braço, entre as cachoeiras Poço Azul e Pedreira. Três mulheres morreram e foram retiradas das águas ainda no domingo.

A jovem encontrada residia em Pindamonhangaba, no interior do estado, e também fazia parte de uma excursão, assim como o restante dos banhistas que foram resgatados.

Excursão

O caso aconteceu por volta das 12h em um ponto turístico do município, a cachoeira da Pedreira, próximo ao Rancho do Zé Neto. Neste domingo, muitos banhistas se divertiam no rio do Braço quando foram surpreendidos pelo aumento do volume de água e pela força da correnteza.

De acordo com o tenente Raphael Brito, a cachoeira da Pedreira está localizada na base da serra e, depois das fortes chuvas, foi atingida rapidamente pela cabeça-d'água.

Na sequência, a corporação recebeu várias solicitações de pessoas ilhadas em diferentes pontos do rio e encaminhou cinco viaturas e 12 bombeiros ao local. No total, 16 banhistas foram resgatados.

Segundo o Corpo de Bombeiros, duas mulheres, de 22 e 29 anos, morreram no local. Ambas são de Pindamonhangaba. Uma terceira, de 65 anos, foi encaminhada ao Pronto-Socorro da Santa Casa de Cruzeiro, mas não resistiu aos ferimentos.

As vítimas estavam em uma excursão e chegaram à cachoeira na mesma van. Os bombeiros acreditam que elas não se conheciam.

Os corpos foram encaminhados ao IML (Instituto Médico-Legal) de Cruzeiro.

Últimas