São Paulo Paulistanos se espremem em ônibus e ficam perdidos em estações que não conhecem

Paulistanos se espremem em ônibus e ficam perdidos em estações que não conhecem

Paralisação ocorre menos de dois meses após a última greve do transporte público na capital paulista

  • São Paulo | Do R7

Passageira pega ônibus lotado com destino à estação Vergueiro

Passageira pega ônibus lotado com destino à estação Vergueiro

Renato S. Cerqueira/Futura Press/Estadão Conteúdo – 28.11.2023

"Não sei se pego um ônibus, se pego um carro de aplicativo ou se vou para casa."

O depoimento de uma passageira que não conseguiu nem sair da zona leste para trabalhar é semelhante a relatos de paulistanos de toda a cidade.

Isso porque, mesmo com 100% da frota funcionando, os ônibus não estão dando conta de transportar a população da capital paulista. "Não tem como dar conta", afirmou o prefeito Ricardo Nunes (MDB), na manhã desta terça-feira.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

Confusos em busca de estações que não conhecem, passageiros se perdem e acabam se colocando em risco. Quando finalmente encontram seu ônibus, têm de se acotovelar para conseguir entrar em veículos abarrotados.

O Governo de SP estima que 4,6 milhões de passageiros sejam afetados pela interrupção dos serviços sobre trilhos.

Enquanto isso, a manifestação é chamada de "Dia Estadual de Greve do Funcionalismo e Estatais" pelos sindicatos que representam os trabalhadores.

A paralisação ocorre menos de dois meses após a última greve do transporte público, realizada em 3 de outubro. Na ocasião, a cidade conviveu com congestionamentos acima da média e ônibus lotados.

VEJA MAIS: Estações fechadas devido à greve no Metrô e CPTM frustram passageiros em SP

Últimas