São Paulo Caso Guilherme: suspeito indica terceiro envolvido na morte

Caso Guilherme: suspeito indica terceiro envolvido na morte

Um vigia que estava foragido, se apresentou na polícia e apontou a identidade de uma terceira pessoa envolvida na morte do garoto de 15 anos

  • São Paulo | Marcos Rosendo, da Agência Record

Homem foi identificado e revelou nome de segundo envolvido no crime

Homem foi identificado e revelou nome de segundo envolvido no crime

Reprodução/Record TV

Um vigia do canteiro de obra que era suspeito de participar da morte do jovem Guilherme Silva Guedes, de 15 anos, diz que fugiu pois temia ser assassinado e revelou à polícia o nome de um terceiro suspeito de participar do crime.

O vigilante Fábio decidiu comparecer na tarde desta sexta-feira (19) na sede do DHPP  (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa) depois que viu na TV que era considerado foragido.

Leia também: Justiça de SP decreta prisão de sargento envolvido na morte

Ele esclareceu à polícia que os patrões recomendaram que ele desaparecesse, pois poderia ser morto, já que tinha muitas informações sobre o que fez o sargento Adriano Fernandes de Campos, na noite do crime.

O vigia foi incluído no Programa de Proteção a Testemunha do Governo de São Paulo.

Na tarde desta sexta-feira (19), a polícia também ouviu outros dois jovem que moram na região de Americanópolis e que podem estar envolvidos nos furtos ao canteiro de obras, cuja segurança era feita pela empresa do sargento Adriano, que está preso no presídio Romão Gomes.

A Polícia Civil continua fazendo diligências e ouvindo testemunhas para tentar prender o segundo suspeito de participar da morte do jovem Guilherme.

Últimas