São Paulo Caso Lara: novas imagens de suspeito podem auxiliar buscas

Caso Lara: novas imagens de suspeito podem auxiliar buscas

Fotos obtidas pela polícia mostram Wellington em diferentes situações e com elementos que podem auxiliar identificação, como o uso de aparelho ortodôntico e óculos pelo suspeito

  • São Paulo | Do R7, com informações do Cidade Alerta, da Record TV

Wellington Galindo, suspeito de matar a menina Lara

Wellington Galindo, suspeito de matar a menina Lara

Reprodução/Record TV

Novas imagens de Wellington Galindo, de 42 anos, suspeito de matar a menina Lara, de 12 anos, foram obtidas pela Polícia de São Paulo e poderão ajudar os investigadores nos trabalhos de busca ao suspeito de matar a garota. O corpo da adolescente foi encontrado em 19 de março em Campo Limpo Paulista.

As fotos mostram Wellington em diferentes situações e com elementos que podem ajudar na busca. Em uma delas, Wellington aparece com aparelho dentário, em outra, de óculos.

Wellington Galindo, usando aparelho dentário

Wellington Galindo, usando aparelho dentário

Reprodução/Record TV

Morador de Francisco Morato, na Grande São Paulo, Wellington é o principal suspeito de matar a adolescente Lara porque foi flagrado por câmeras de segurança ao dirigir um carro prata nas proximidades do local onde ela desapareceu, em Campo Limpo Paulista. Em uma ação de busca e apreensão, a polícia não encontrou o suspeito em sua casa, mas descobriu a existência de um buraco no chão, que foi periciado.

A prisão preventiva do suspeito já foi decretada. A polícia também apura uma possível ida de Wellington para o estado de Pernambuco, com base em um áudio enviado por ele a uma amiga em que diz que precisaria sair de São Paulo. A comunicação ocorreu após a identificação do carro que ele dirigia nas proximidades do local dos fatos. A polícia também trabalha com a hipótese de que a mensagem seja uma estratégia para despistar a investigação. 

Buraco

A polícia vai apurar se, antes de ser encontrada morta, Lara Nascimento foi mantida em um buraco encontrado na casa de Wellington Queiroz, o principal suspeito do assassinato. As informações são da Record TV.

A reportagem do Cidade Alerta esteve na residência do homem de 42 anos e registrou imagens da abertura cavada no chão da casa, ainda em obras.

Como a garota de 12 anos teria morrido 12 horas após o sumiço, conforme apontado em laudo médico, segundo a mãe da vítima, uma perícia será realizada no imóvel para saber se Lara foi mantida no buraco.

Últimas