São Paulo Caso Mariana: "Desculpa por não ter te salvado", desabafa amiga

Caso Mariana: "Desculpa por não ter te salvado", desabafa amiga

Nas redes sociais, estudante Heloisa Passarello se desculpa por não ter a acompanhado Mariana e diz ter estranhado insistência de suspeito

Caso Mariana: amiga se desculpa nas redes sociais por não ter conseguido ajudá-la

Caso Mariana: amiga se desculpa nas redes sociais por não ter conseguido ajudá-la

Reprodução Facebook

A estudante de direito Heloisa Passarello desabafou nas redes sociais e lamentou a morte da univeritária e amiga Mariana Bazza, de 19 anos, encontrada sem vida após ter aceitado ajuda de Rodrigo Alves Pereira, conhecido como Rodriguinho, para trocar o pneu de seu carro, na terça-feira (24), em Bariri, cidade localizada a 320 quilômetros de São Paulo. "Desculpa por não ter ido embora com você, como era rotina de toda terça-feira", diz a amiga. 

Leia mais: Morte de jovem é a 3ª em Bariri após um 2018 sem assassinatos

Ela também se desculpa e diz estranhado a insistência de Rodrigo para ajudar Mariana. "Desculpa por não ter te alertado, desculpa por não insistir mais do que duas vezes para que você fosse embora com o pneu murcho porque dava tempo de chegar em casa", escreveu. "Desculpa por não ter te esperado e ficado com você lá mais tempo. Desculpa por não ter desconfiado minutos antes."

No desabafo, a amiga relata que, durante o velório e o enterro de Mariana Bazza, que ocorreu na tarde da quinta-feira (26), só conseguia pensar em se desculpar com a universitária mais uma vez. "Desculpa por não ter te salvado. Hoje, enquanto me despedia do seu corpo, não conseguia dizer outras palavras a não ser 'desculpa'".

Leia mais: Suspeito de matar jovem em Bariri foi preso por estupro e saiu há 1 mês

Heloisa também agradece Mariana pela amizade que mantiveram. "Obrigada pelos conselhos, por me ajudar a escolhar alguma roupa, por me ajudar em alguma matéria de Sociologia ou Filosofia (até porque nós duas odiávamos matemática), obrigada por me ensinar as partes do corpo quando no dia seguinte do treino eu mostrava onde doia e você dizia o nome", escreveu. "Obrigada por estar sempre ao meu lado, nas horas boas e ruins."

A estudante de Direito conta que ambas treinavam juntas. "Jamais vou me esquecer de quando você roubava no treino, nos exercícios e até mesmo na corrida", lembra. Ela lembra ainda que Mariana costumava se divertir quando faziam alongamento na academia. 

Leia mais: Jovem assassinada em Bariri era filha única e se casaria em janeiro

"Nós saímos dizendo 'até quinta' e rindo, mas eu não imaginava realmente que o "até quinta" fosse ser assim. Terça, tive a oportunidade de te observar pular corda (coisa q nunca tinha feito) e também tive a oportunidade de passar rindo com você o nosso ultimo momento juntas."

Ao final do desabafo, Heloisa relata que, ao ler o trecho de uma conversa que dizia "sabe que estarei sempre contigo" se emocionou. "Nós estivemos uma com a outra até o ultimo segundo e hoje eu estou com você, mas no coração e sempre estarei. Nós juramos ser amigas para sempre e assim será."