São Paulo Caso Priscila: pais depõem pela 1ª vez sobre morte da modelo em SP

Caso Priscila: pais depõem pela 1ª vez sobre morte da modelo em SP

Modelo morreu após discussão com o namorado, o delegado Paulo Bilynskyj, no apartamento dele em São Bernardo do Campo

  • São Paulo | Thaís Furlan, da Record TV

Priscila Delgado morreu após discussão com o namorado

Priscila Delgado morreu após discussão com o namorado

Reprodução/Record TV

Os parentes da modelo Priscila Delgado de Bairros, que moram em Curitiba, prestaram depoimento em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo, nesta quarta-feira (17). Um casal de primos e os pais da modelo passaram o dia na delegacia. 

Esta foi a primeira vez que a polícia teve contato com a família de Priscila, morta no dia 20 de maio.

A modelo morreu no apartamento do namorado, o delegado Paulo Bilynskyj. Ele foi atingido por seis tiros, na versão contada por ele, todos disparados por Priscila Delgado. Ela foi ferida por um tiro no peito e não resistiu. 

Paulo ainda relata que depois de atirar contra ele, a namorada virou a arma contra o próprio peito e disparou.

Os familiares de Priscila não acreditam nessa versão e contrataram um advogado para acompanhar toda a investigação policial.

Os laudos da perícia na arma e no apartamento do delegado e o do Instituto Médico Legal, que vão indicar a trajetória da bala que atingiu Priscila, ainda não ficaram prontos.

Com o fim da fase de depoimentos no inquérito, a polícia quer agora fazer uma reconstituição com a presença de Paulo Bylinkyj no apartamento.

O delegado já retomou as atividades na escola para concursos em que dá aula. Esta semana ele fez uma live de quase uma hora e usou o espaço para contar detalhes do crime aos alunos.

Últimas