São Paulo Caso Vitória: "ela estava no lugar e na hora errada", diz mãe da menina

Caso Vitória: "ela estava no lugar e na hora errada", diz mãe da menina

Buscas serão intensificadas na manhã desta sexta-feira (15). Mãe da garota afirma que está segura de que ela será encontrada pela polícia

Mão de menina vitória espera pela filha

Menina Vitória, 12 anos, está desaparecida desde a última sexta-feira (8)

Menina Vitória, 12 anos, está desaparecida desde a última sexta-feira (8)

Reprodução

Um semana após o desaparecimento da menina Vitória Gabrielly, de 12 anos, enquanto andava de patins perto de sua casa, em Araçariguama, no interior de São Paulo, a mãe da garota Rosana Guimarães afirmou que acredita no retorno da filha. "Alguém a levou porque ela estava no lugar errado e na hora errada", disse.

Corpo da menina Vitória é encontrado no interior de SP

Isso porque a principal linha de investigação das autoridades é que a garota teria sido sequestrada por engano. O alvo original seria a irmã de um usuário de drogas que estaria em dívida com traficantes da cidade. Esta garota também se chamaria Vitória e estudaria na mesma escola da menina desaparecida.

Rosana declarou também que para ela "é indiferente quem é o responsável pelo sequestro". "O que importa é que ela será trazida de volta", afirma. As buscas pela garota serão intensificadas a partir das 9h da manhã dessa sexta-feira (15). "Achei que ela estava na minha irmã, achei que ela estava no ginásio e nada. Já estava ficando tarde. Tinha certeza desde o primeiro dia que alguém estava levando a minha filha. Ela não tinha o costume de sair."

Investigação

A polícia pediu a prisão temporária por 30 dias de um suspeito por envolvimento no caso de desaparecimento da menina Vitória Gabrielly, de 12 anos. Um casal, um homem e uma mulher, que participarou da acareação durante a madrugada dessa sexta-feira (15) foi liberado.

Nesta quarta-feira (13) a polícia realizou a perícia no carro do casal, mas não havia encontrado pistas que levassem à garota desaparecida.

Os agentes da Delegacia de Araçariguama saíram em diligências com um dos suspeitos por volta das 1h30 desta sexta-feira. Após algumas horas, ele foi conduzido à Delegacia de São Roque, onde permanece prestando depoimento.

Entenda o caso 

Polícia pediu inicialmente a prisão de três suspeitos de envolvimento no caso de desaparecimento da menina Vitória

Polícia pediu inicialmente a prisão de três suspeitos de envolvimento no caso de desaparecimento da menina Vitória

Reprodução

Vitória Gabrielly, 12, está desaparecida desde a última sexta-feira (8). Ela foi vista pela última vez andando de patins perto de sua casa, em Araçariguama, no interior de São Paulo.

De acordo com a família da menina, ela saiu de casa para ir a um ginásio de esportes brincar com uma amiga da escola. Durante o trajeto, no entanto, a outra criança teria desistido de acompanhá-la.

Ainda assim, Vitória colocou o patins para continuar a caminhada ao ginásio. Imagens de câmera de segurança captaram o momento em que ela parou na esquina da escola onde estuda, que fica no caminho para o ginásio.

De acordo com testemunhas, quando a menina chegou no ginásio, foi abordada por um homem que estava em um carro preto.

Outras crianças que estavam no local afirmam terem visto a menina conversando com o suspeito, mas não souberam dizer se ela entrou no carro.

A Polícia Civil segue as investigações em busca de informações sobre possíveis responsáveis pelo desaparecimento da criança.