São Paulo Corpo de grávida desaparecida há 3 meses é encontrado em Sorocaba (SP)

Corpo de grávida desaparecida há 3 meses é encontrado em Sorocaba (SP)

Familiares e advogado confirmaram que o corpo era de Talita Costa, já que a vítima estava grávida e havia pertences dela no local

  • São Paulo | Do R7, com informações da Record TV

Talita Costa estava desaparecida havia três meses

Talita Costa estava desaparecida havia três meses

Reprodução/Record TV

O corpo de uma mulher grávida que estava desaparecida desde 20 de maio foi encontrado em Sorocaba (SP), nesta segunda-feira (22).

A informação de que de fato se tratava de Talita foi confirmada pelos familiares e pelo advogado contratado por eles. Apesar de morarem em Goiás, os parentes têm acompanhado de perto as investigações.

Segundo eles, o corpo estava em uma área de mata, em Wanel Ville, bairro a 5 km de onde Talita morava com o marido, em Sorocaba.

“A polícia identificou que é ela, porque ela usava uma prótese dentária. E do lado do corpo estava a bolsa dela, com o RG dela”, afirmou Cássia Costa, irmã da vítima.

Como o corpo foi encontrado em estado de decomposição, a SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo) aguarda o resultado dos laudos do IML (Instituto Médico-Legal) para confirmar a informação.

A família espera a liberação para viajar para a cidade do interior paulista.

Relacionamento com marido era conturbado

A família de Talita acredita que Sander Almeida, o marido dela, seja o principal suspeito. Isso porque, segundo eles, o relacionamento era conturbado, e o homem, com quem Talita estava casada havia oito meses, a agredia com frequência.

“O principal suspeito é ele, o marido dela, para mim não tem outro. Porque ele já vinha agredindo, batendo nela mesmo com ela grávida. Ela era espancada dentro da casa”, disse Cássia Costa.

Recentemente, uma vizinha enviou um áudio aos parentes e declarou que Talita havia sido encaminhada a um hospital por conta das agressões do marido.

“Outro dia ele deu tanta pancada na barriga dela que ela foi parar no hospital. É uma situação que a gente tem dó”, disse a vizinha.

Semanas após o desaparecimento, quando o corpo ainda não tinha sido encontrado, o marido chegou a confessar à reportagem da Record TV que o relacionamento era conturbado. “Briga, briga, todo casal tem. Foi conturbado, sim. Não preciso mentir”, relatou Sander.

Últimas