Criança morre após agressões na Grande SP e mãe é suspeita

Menino de 3 anos foi levado à UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) da Vila Magine, em Mauá, no sábado (1) e os médicos desconfiaram de maus tratos

Rua onde os supostos maus-tratos teriam acontecido, em Mauá, Grande São Paulo

Rua onde os supostos maus-tratos teriam acontecido, em Mauá, Grande São Paulo

Reprodução/ Google Maps

O menino Pedro Henrick Leite dos Santos, de 3 anos, internado no sábado (1) com sinais de agressão, morreu em unidade de saúde de Mauá, na Grande São Paulo, na noite desta terça-feira (4). A morte foi confirmada pelo avô da criança, Fernando Soares, nas redes sociais. 

Leia também: Dupla invade apartamento em São Paulo e leva R$180 mil

O menino foi levado à UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) Vila Magine, em Mauá, depois de engasgar com um pedaço de pão no sábado (1). Na unidade, foi constatado que o menino também apresentava hematomas nos braços e um corte no queixo, levantando a suspeita de que o garoto estava sendo vítima de maus tratos.

Bruna Cristina Leite Silva, de 22 anos, mãe de Pedro, relatou na delegacia que as marcas no corpo do menino apareceram após ele ter convulsionado e caído no chão, há cerca de um mês, o que teria provocado o corte no queixo.

Leia também: Cracolândia precisa de ações estruturais, afirma pesquisadora

De acordo com o boletim de ocorrência, ainda há necessidade de maiores diligências do caso, além do depoimento das pessoas envolvidas e o resultado do laudo médico para constatar o que realmente aconteceu com a criança.

Em nota, a SSP confirmou que o caso foi registrado pelo 1ºDP (Mauá) e encaminhado à DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) do município. A mãe da vítima foi ouvida e a autoridade policial solicitou exames periciais. O Conselho Tutelar foi acionado e acompanha as diligências.