São Paulo Depois de matar namorada, homem comete suicídio em SP 

Depois de matar namorada, homem comete suicídio em SP 

Suspeito foi encontrado morto dentro de carro na zona sul. Pai e irmão de Amanda Linhares permanecem internados

  • São Paulo | Letícia Assis, da Agência Record

Homem teria cometido suicídio

Homem teria cometido suicídio

Reprodução

O ex-companheiro de Amanda Linhares Santana, de 26 anos, acusado de matar a jovem e balear sua família, teria cometido suicídio na manhã deste domingo (3), horas após praticar o crime.

A Polícia Militar recebeu um chamado para encontro de cadáver na rua Vinhedo, próximo à Estrada do Alvarenga, em Pedreira, extremo sul de São Paulo, por volta das 7h deste domingo.

De acordo com a corporação, no local foi encontrado um homem dentro de um carro com ferimentos na cabeça causados por disparo de arma de fogo. Dentro do veículo, no colo do homem, estava a arma.

A PM ainda informou que o carro estava com o vidro aberto e a vítima foi encontrada sob o volante, com a cabeça sangrando. A morte do homem foi constatada no local.

Uma arma calibre 38, com numeração raspada, também foi encontrada junto dele. Três munições, sendo duas intactas, foram localizadas no veículo.

A 3ª Companhia do 24º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano confirmou que o homem dentro do carro é Luís, suspeito de matar a ex-namorada na noite deste sábado (2).

A perícia foi acionada. Um familiar também compareceu ao local. O caso é apresentado no 3° Distrito Policial de Diadema.

Amanda Linhares morreu na hora

Amanda Linhares morreu na hora

Arquivo Pessoal

O caso

Uma família foi baleada pelo ex-namorado de Amanda Linhares Santana, de 26 anos, na região de Americanópolis, zona sul de São Paulo, na noite de sábado (2). Amanda morreu no local e o homem fugiu.

O caso ocorreu na rua Maria Clotilde Martins Rocha, no Jardim Selma. Amanda e o namorado estavam juntos há três meses e haviam passado o Réveillon na praia. Após uma discussão, o rapaz agrediu a namorada e Amanda terminou o relacionamento.

A jovem retornou para São Paulo e foi ao apartamento onde eles moravam para buscar os pertences. Os pais, Jardel Costa Santana e Vanusa Linhares, e seu irmão Paulo Linhares Santana, a acompanharam.

Naquele momento, o rapaz apareceu e, inconformado com o término do relacionamento, atirou em toda a família. Amanda foi atingida na cabeça. Já o pai, a mãe e o irmão foram baleados no abdômen, braço e mão, respectivamente. Após o crime, o homem fugiu.

Amanda não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O corpo foi levado ao IML (Instituto Médico Legal). Jardel foi socorrido e encaminhado Pronto Socorro do Hospital Saboya, Vanusa ao Pronto Socorro do Hospital Pedreira e Paulo ao Centro de Especialidades Municipal Quarteirão da Saúde, em Diadema.

O suspeito, que tem envolvimento com o tráfico de drogas, fugiu em um Fiat Uno branco. O caso foi registrado no 98° Distrito Policial, Jardim Miriam.

Estado de saúde das vítimas 

De acordo com um parente da família, o pai e o irmão de Amanda permanecem internados. Jardel já passou por cirurgia e aguarda uma nova operação no maxilar e Paulo também vai passar por cirurgia. Vanusa se recupera bem e recebeu alta na tarde deste domingo.

Últimas