São Paulo Dois bombeiros ficam gravemente feridos após explosão em incêndio no Memorial 

Dois bombeiros ficam gravemente feridos após explosão em incêndio no Memorial 

Eles passam por exames e não correm risco de morrer; outros seis bombeiros foram atendidos

Dois bombeiros ficam gravemente feridos após explosão em incêndio no Memorial 

O incêndio que atingiu o Memorial da América Latina, na Barra Funda, zona oeste de São Paulo, deixou 16 bombeiros feridos, sendo 15 militares e um civil. Dois deles estão em estado grave, mas não correm risco de morrer.

De acordo com o major da Polícia Militar Mauro Lopes, esses dois homens estão sedados e passam por exames de broncoscopia para analisar queimaduras nas vias respiratórias no Hospital das Clínicas. Eles foram atingidos por um fenômeno chamado de flashover — uma espécie de explosão. Os bombeiros foram encaminhados para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Os demais foram socorridos porque inalaram a fumaça tóxica durante o resgate. O Corpo de Bombeiros informou que 106 homens trabalham no incêndio, que começou por volta das 14h30.

O presidente da Fundação Memorial da América Latina, João Batista de Andrade, disse que nenhum funcionário ou visitante ficou ferido. O fogo começou na plateia B do auditório Simon Bolívar. Nenhuma autoridade afirma a causa do incêndio, porém há grandes chances de ter sido devido a um curto-circuito. A Defesa Civil diz que três prédios foram completamente atingidos. 

Leia mais notícias de São Paulo

    Access log