São Paulo Empresário sofre sequestro, faz Pix de R$ 10 mil e é assassinado

Empresário sofre sequestro, faz Pix de R$ 10 mil e é assassinado

Fábio Miori era dono de uma empresa de máquinas de embalagens; polícia investiga se ele caiu em golpe de falso encontro por aplicativo de relacionamentos

  • São Paulo | Letícia Dauer, da Agência Record, com informações do Cidade Alerta, da Record TV

Suspeitos puseram fogo no carro Honda Civic da vítima

Suspeitos puseram fogo no carro Honda Civic da vítima

Reprodução/ Record TV

Um empresário foi executado após cair no golpe do amor e fazer um Pix no valor máximo diário liberado em sua conta, cerca de R$ 10 mil. O caso ocorreu em São Paulo, na última quinta-feira (1°). O corpo do empresário Fábio Miori foi encontrado em uma região de mata no extremo norte de São Paulo, na tarde desta segunda-feira (5).

Um morador caminhava por uma trilha, quando se deparou com a vítima, de 40 anos, na rua Iracema, no bairro Anhanguera, por volta das 13h30. A Polícia Militar foi acionada.

De acordo com o delegado Paulo Pilz, da Divisão de Antissequestro, provavelmente o empresário foi executado no mesmo dia em que foi arrebatado em razão do estado de decomposição do corpo — que também apresenta marcas de violência.

Os criminosos fizeram uma transferência via Pix no valor de R$ 9.999, que era o limite estabelecido pelo banco, na própria quinta-feira. Ainda segundo o delegado, a vítima também estava sem a aliança e o tênis.

Inicialmente, a Polícia Civil investigava o caso como um sequestro por meio de aplicativo de relacionamento. Entretanto, devido às circunstâncias da morte do empresário, a linha de execução também está sendo apurada.

Até o momento, não há informações sobre os autores do crime nem a motivação.

Sequestro

Fábio Miori era dono de uma empresa de máquinas de embalagens e saiu do empreendimento, por volta das 15h, quando foi abordado por suspeitos.

A partir desse horário, ele não respondeu mais às mensagens enviadas por familiares e amigos. Em entrevista à Record TV, o irmão da vítima contou que uma quantia de dinheiro foi retirada da conta bancária da empresa de Fábio, por volta das 19h.

Cerca de seis horas após o sequestro, o carro da vítima, modelo Honda Civic, foi encontrado totalmente queimado na rua Francisco Alves, no bairro Vila Jaraguá, que fica a cerca de 2 quilômetros do local onde o corpo foi achado.

Últimas