São Paulo Estudante morre eletrocutado enquanto consertava ventilador 

Estudante morre eletrocutado enquanto consertava ventilador 

Caso ocorreu no interior de São Paulo. Em cinco anos, mais de quatro mil pessoas morrerem no Brasil vítimas de choques elétricos 

Estudante morre eletrocutado enquanto consertava ventilador em SP

Estudante morre eletrocutado enquanto consertava ventilador em SP

Reprodução/Record TV

Matheus Ulisses Rodrigues, um estudante de física, morreu depois de tentar consertar um ventilador com alicates sem proteção de borracha. Enquanto fazia o conserto o jovem chegou a enviar mensagens para a namorada contando o processo.

Leia também: Servidores estão em greve por valorização profissional em SP

De acordo com a Associação Brasileira de Conscientização Para os Perigos da Eletricidade, em cinco anos mais de quatro mil pessoas morrerem no Brasil vítimas de choques elétricos. Acidentes acontecem com mais frequência dentro de casa.

Essas mortes podem ser facilmente evitadas com um conhecimento básico sobre a rede elétrica, uso de equipamentos de segurança e dispositivos que evitam o curto circuito.

Leia também: Assassinatos de mulheres crescem 167% na cidade de SP, diz estudo

Mário Sérgio Coimbra, especialista em energia e professor do Instituto Federal de São Paulo, explica que no caso dos eletrodomésticos o choque acontece porque a carcaça é eletrizada, o que requer muito cuidado. Contratar alguém para o conserto exige um investimento, mas fazer por conta própria pode trazer mais problemas.