São Paulo Exames indicam novo nódulo e Covas passará por quimioterapia

Exames indicam novo nódulo e Covas passará por quimioterapia

Prefeito de SP terá de se submeter a um novo tratamento por quimioterapia para o tratamento de um câncer

  • São Paulo | Do R7

Posse do prefeito Bruno Covas na Cãmara de Vereadores de São Paulo

Posse do prefeito Bruno Covas na Cãmara de Vereadores de São Paulo

Ricardo Rocha/CMSP - 01.01.2021

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), terá de se submeter a um novo tratamento por quimioterapia após a detecção de novo nódulo no fígado durante exames de controle, realizados no Hospital Sírio Libanês, para o tratamento de um câncer na cárdia (transição entre estômago e esôfago).

De acordo com o boletim médico, exames de imagem realizados nesta quarta-feira (17) evidenciaram sucesso da radioterapia no controle dos linfonodos, próximos ao estômago do prefeito paulistano, mas "foi detectado também o surgimento de um novo nódulo no fígado, cuja presença enseja ajuste no tratamento".

Ainda de acordo com o relatório, "a imunoterapia será interrompida e um novo protocolo de quimioterapia convencional terá início. Inicialmente, estão prescritas quatro sessões de 48 horas, com intervalos de 14 dias entre cada uma. Novos exames de imagem para controle serão realizados ao final deste ciclo". Bruno Covas já iniciou a quimioterapia e deverá ficar internado até o próximo sábado (20).

O relatório é assinado pelas equipes médicas que acompanham o prefeito, coordenadas pelos médicos David Uip, Roberto Kalil, Artur Katz, Tulio Eduardo Flesch Pfiffer e João Luis Fernandes da Silva.

Últimas