São Paulo Grupo especializado em sequestros para obter Pix é preso em São Paulo

Grupo especializado em sequestros para obter Pix é preso em São Paulo

Em 50 dias, os criminosos fizeram ao menos cinco vítimas em bairros de alto padrão e roubaram quase R$ 500.000

  • São Paulo | Do R7, com informações da Record TV

Câmera flagra ação da quadrilha

Câmera flagra ação da quadrilha

Reprodução/Record TV

Uma quadrilha especializada em sequestros-relâmpago foi presa na cidade de São Paulo. Os suspeitos exigiam que as vítimas transferissem dinheiro via Pix e teriam arrecadado quase R$ 500.000 em menos de dois meses.

Imagens mostram um dos sequestros relâmpago. Dois homens se aproximam do carro, estacionado em uma rua deserta. Um dos criminosos vai até o vidro do passageiro para render o motorista, que abre a porta do carro. O outro dá a volta para entrar no veículo e assumir o volante. A vítima é obrigada a passar para o banco do passageiro. Em seguida, eles deixam o local e passam horas com o refém.



Policiais de uma delegacia na zona leste da capital passaram a investigar a ação, que se tornou recorrente na região. São altos os valores exigidos dos motoristas nas transferências bancárias.

Três suspeitos foram presos e dois carros apreendidos. Segundo a polícia, um dos veículos chegou a ser usado como cárcere durante as horas em que as vítimas eram ameaçadas e obrigadas a transferir dinheiro via Pix.

Em 50 dias, os criminosos fizeram ao menos cinco vítimas em bairros de alto padrão. Segundo a polícia, só nesse período, as transações bancárias totalizaram quase meio milhão de reais. Agora, os investigadores vão rastrear o caminho do dinheiro e descobrir quem são os titulares das contas que receberam as transferências.

Últimas