Homem atira em amiga e depois mata o próprio pai no interior de SP

Ele reagiu com tiros à rejeição da sua amiga de infância, no terreno da casa onde mora com os parentes. Logo depois, ele matou o pai ao ser confrontado

Amiga e pai do homem foram baleados. O pai morreu no local após tiro à queima-roupa

Amiga e pai do homem foram baleados. O pai morreu no local após tiro à queima-roupa

Reprodução/ Record TV

Um homem, de 27 anos, tentou matar sua amiga e acabou assassinando o próprio pai em Itupeva, interior de São Paulo, nesta segunda-feira (13). A tragédia ocorreu depois de ele ter sido rejeitado por Jáiza Oliveira dos Santos, de 23 anos, que é homossexual. O homem reagiu pegando uma arma na sua casa e atirando na mulher no terreno da casa onde morava, com o pai, Jose Csizmadia, e a mãe, Maria Carlota do Prado. As informações são da Record TV.

Leia mais: Homem morto durante trilha em SP celebrava 2019 de conquistas

Com a chegada dos seus parentes, alertados pelo barulho, o operador de máquinas ainda atirou no próprio pai, em frente à sua mãe. Ele foi preso em flagrante. O pai, que tinha 78 anos, morreu no local, enquanto a mulher foi socorrida e ainda deve prestar depoimento sobre o caso.

Ele morava junto com sua amiga no local havia cerca de um mês, depois de a ter reencontrado em uma lanchonete. Eles tinham uma relação conturbada, com brigas constantes. No dia do crime, em meio a mais uma discussão, a vítima teria gritado para o suspeito a matar caso ele "fosse homem mesmo", segundo relatou a mãe do agressor.

Ela teria desafiado o homem na porta da casa, que insistia para que ela entrasse no recinto. Depois de atirar na mulher, o operador de máquinas reagiu aos questionamentos do pai com um tiro à queima-roupa.