São Paulo Homem é preso suspeito de matar o próprio pai em bairro nobre de SP

Homem é preso suspeito de matar o próprio pai em bairro nobre de SP

Crime ocorreu no bairro Vila Nova Conceição, na zona sul da capital paulista, no último domingo (5). Vítima foi encontrada morta em apartamento

Homem é preso suspeito de matar a facadas o próprio pai em bairro nobre de SP

Crime ocorreu na praça Pereira Coutinho, na Vila Nova Conceição, em SP

Crime ocorreu na praça Pereira Coutinho, na Vila Nova Conceição, em SP

Reprodução Google Maps

Um homem de 42 anos foi preso nesta segunda-feira (6) suspeito de matar a facadas o pai, um idoso de 76 anos, na Vila Nova Conceição, bairro nobre da zona sul de São Paulo. O crime ocorreu no último domingo (5).

O crime foi executado enquanto o comerciante Oswaldo Carmona dormia em sua casa, na Praça Pereira Coutinho, à 1h20 — o local abriga apartamentos avaliados em mais de R$ 5 milhões.

O suspeito esfaqueou Carmona até a morte — seu óbito foi constatado no local. No apartamento, encontraram a vítima no chão da residência com marcas de perfuração e uma faca no sofá. Segundo a Polícia Civil, ele foi encontrado morto primeiramente pela mulher.

De acordo com testemunhas, antes de encontrarem o corpo de Oswaldo, o filho da vítima, um homem, de 42 anos, teria saído do prédio utilizando o veículo do pai. A Polícia Militar não soube informar o motivo da agressão.

O corpo de Carmona foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) Central. A vítima já passou por exames necroscópicos e foi retirada pela família nesta manhã. Ele foi velado e sepultado no Cemitério da Paz, também na zona sul da capital paulista, às 17h30 deste domingo.

Carmona era sócio de pelo menos dez empresas que atuam com comércio de produtos como madeira, vidro e ferragens na região do Brás, na região central, e na zona oeste, e com a administração de imóveis. Algumas delas em sociedade com a mulher e um filho.

O caso foi registrado como homicídio no 14° Distrito Policial (Pinheiros) e encaminhado ao 5° DP (Aclimação) para investigação.

Estatísticas

Registros de ocorrências da SSP (Secretaria de Segurança Pública) mostram que este foi o primeiro homicídio registrado na região do 15.º DP este ano - entre janeiro e junho. Em toda a capital, no mesmo período, já foram 344 assassinatos. O último homicídio registrado na região do Itaim Bibi ocorreu em fevereiro do ano passado.

*Colaborou Rafael Custódio, da Agência Record, com informações da Agência Estado