São Paulo Homem se passa por cliente e faz arrastão com arma falsa em restaurante japonês em SP

Homem se passa por cliente e faz arrastão com arma falsa em restaurante japonês em SP

Após levar os pertences dos frequentadores do estabelecimento, ele fugiu até uma estação de metrô, mas a polícia o encontrou e o prendeu

  • São Paulo | Nayara Paiva*, da Agência Record

Com ele, foram apreendidos celulares, relógio Smart Watch, dinheiro e cartões de crédito

Com ele, foram apreendidos celulares, relógio Smart Watch, dinheiro e cartões de crédito

Reprodução/Record TV - 11.08.2022

Um suspeito foi preso após realizar um arrastão em um restaurante japonês localizado na rua dos Pinheiros, na zona oeste de São Paulo, na tarde desta quinta-feira (11). Circuitos de segurança registraram a ação.

De acordo com a Polícia Militar, o homem entrou no local com uma sacola de papel e fingiu estar usando o banheiro. Posteriormente, ele saiu da cabine anunciando o assalto e ameaçando os clientes com um simulacro de arma de fogo.

Nas imagens é possível ver o assaltante pelas mesas, exigindo os pertences das vítimas, que depositam os bens na sacola. Na sequência, ele sai em direção a uma estação de metrô.

De acordo com os clientes, o suspeito ameaçou diversas vezes efetuar disparos na cabeça de quem reagisse. A ação ocorreu no horário do almoço, momento em que o restaurante estava lotado.

Após o crime, policiais da 1ª Companhia do 23º Batalhão da PM foram acionados. Durante o deslocamento, um dos agentes avistou o suspeito, que tentou um desvio ao perceber as viaturas.

Os policiais deram, então, a ordem de parada, que foi desobedecida, e o rapaz fugiu em direção à estação Fradique Coutinho, da Linha 4-Amarela. No entanto, já próximo das catracas, ele foi detido.

Durante a averiguação, segundo a polícia, o suspeito confessou ter realizado o assalto no restaurante e em outros dois estabelecimentos próximos.

Testemunhas que avistaram a abordagem indicaram aos policiais outras vítimas que haviam sido roubadas pelo homem anteriormente.

Com o suspeito, foram apreendidos oito aparelhos celulares, um relógio Smart Watch, quatro carteiras com cerca de R$ 240 e quatro cartões de crédito, além do simulacro de arma de fogo.

Ao menos 15 vítimas foram identificadas e conduzidas à delegacia da região para reconhecimento do suspeito. O caso foi registrado no 14º DP (Pinheiros).

*Estagiária sob supervisão de Letícia Dauer, da Agência Record

Últimas