São Paulo 'Ele acabou com a vida das minhas sobrinhas', diz irmão de mulher achada morta em SP sobre cunhado

'Ele acabou com a vida das minhas sobrinhas', diz irmão de mulher achada morta em SP sobre cunhado

Kelly Blank da Silva tinha 34 anos, era mãe de duas meninas e foi encontrada sem vida na cama na manhã desta terça-feira (19)

  • São Paulo | Gabrielle Pedro, do R7

O corpo de Kelly Blank foi encontrado com sinais de agressão

O corpo de Kelly Blank foi encontrado com sinais de agressão

Reprodução/Facebook

"Mãezona, trabalhadora e muito querida." É assim que o irmão de Kelly Blank da Silva descreve a técnica de enfermagem encontrada morta na manhã desta terça-feira (19), em São José dos Campos, interior de São Paulo.

Léo Cássio da Silva e Silva acredita que o marido da vítima, José João Blank da Silva, seja o responsável pelo crime.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

"Eles estavam juntos há uns 15 anos, e a gente sabia que ele batia nela há algum tempo. Infelizmente, não sabemos tudo o que aconteceu, mas a única certeza que tenho é que ele matou a minha irmã e depois fugiu. Ele confessou para a mãe e depois confessou para a irmã que tinha cometido besteira com a minha irmã", diz Silva ao R7.

Segundo o irmão da vítima, José João teria matado a mulher com as filhas ainda dentro de casa e levou posteriormente as meninas para a residência da irmã dele.

"Ela era uma baita mãezona. Ele [o agressor] simplesmente acabou com a vida das minhas sobrinhas, tirou a mãe delas. As meninas têm 12 e 3 anos de idade, e a mais nova é inocente, não faz ideia do que aconteceu, acha que a mãe está trabalhando", conta.

A mãe de Kelly, Eliete Menezes da Silva, foi até a cena do crime assim que soube da fatalidade, mas passou mal ao encontrar a filha sem vida.

“Ontem, ela precisou ir ao posto tomar medicação. Hoje, está ainda pior porque a ficha está caindo. O enterro também é hoje, e ela pode desmoronar.”

O velório e o sepultamento de Kelly acontecem às 13h e às 16h, respectivamente, nesta quarta-feira (20), no Cemitério Nossa Senhora do Carmo, no ABC paulista.

O caso foi registrado no 3° Distrito Policial de São José dos Campos.

Últimas