Jovem acusa funcionário que filmava clientes no provador em SP

Caso ocorreu em um shopping da zona norte de Sorocaba, no interior. Homem teria colocado celular debaixo da porta de vestiário para filmá-la nua

Isabella Pacheco foi assediada por um funcionário enquanto provava roupas

Isabella Pacheco foi assediada por um funcionário enquanto provava roupas

Reprodução/Redes sociais

Uma jovem acusou um funcionário após perceber que estava sendo filmada enquanto trocava de roupas em um provador de uma loja de um shopping na zona norte de Sorocaba, no interior de São Paulo.

Leia também: Três pessoas são presas durante ação contra tráfico de drogas

De acodro com a vítima, Isabella Pacheco, de 19 anos, o funcionário colocou um celular por debaixo da porta para filmá-la enquanto estava nua. O assédio ocorreu na última segunda-feira (7).

A jovem conta que percebeu quando o suspeito colocou a mão segurando o aparelho e tentou mirar. Ela diz que sua primeria reação foi pisar na mão do homem. Ele então saiu correndo e foi para os fundos da loja.

A vítima e o pai procuraram a gerência das lojas Pernambucanas e, segundo eles, depois de muita argumentação, o funcionário apresenteou o celular. Eles encontraram na "lixeira" do aparelho os vídeos da jovem e de outras vítimas.

Leia também: Incêndios de grandes proporções atingem a Serra da Mantiqueira

Em nota, a Pernambucanas diz que lamenta profundamente o ocorrido e repudia com veemência todo e qualquer ato de desrespeito e de ofensa à privacidade. "A pessoa citada já não faz mais parte do quadro de colaboradores da companhia. A Pernambucanas é integralmente comprometida com a ética, integridade, diversidade e respeito a todos e está à inteira disposição das autoridades e da família para apoiar no que for necessário", afirma a empresa.