São Paulo Mais de 70 animais em situação de maus-tratos são resgatados de ONG pela polícia na Grande São Paulo

Mais de 70 animais em situação de maus-tratos são resgatados de ONG pela polícia na Grande São Paulo

Segundo denúncia de funcionário, a proprietária da instituição usava fios elétricos para torturar cães e gatos

  • São Paulo | André Carvalho e Guilherme Fernandes, da Agência Record

Animais viviam em condições precárias de higiene e eram torturados

Animais viviam em condições precárias de higiene e eram torturados

Reprodução/Polícia Civil

Mais de 70 cachorros e gatos em situação de maus-tratos foram resgatados após ação da Polícia Civil com a Prefeitura de Embu-Guaçu, na região metropolitana de São Paulo, na tarde desta quarta-feira (21).

Após receber uma denúncia, equipes da Delegacia do Meio Ambiente de Embu Guaçu e da Unidade de Vigilância e Zoonoses da cidade se deslocaram até um imóvel, onde funcionava uma ONG, localizada na Estrada Municipal Guarita, a cerca de 48 quilômetros da capital.

Inicialmente, os agentes foram impedidos de entrar na residência pela proprietária. Depois de conversar, a mulher liberou as equipes que encontraram 72 animais em condições precárias de alimentação e higiene.

A denúncia foi feita por um caseiro da organização, que trabalhava há 30 dias no local. Aos policiais, ele contou que enterrou 15 animais nesse período.

Segundo a Polícia Civil, a dona do estabelecimento torturava os cães e os gatos, usando fios elétricos como chicotes ou para causar choques. Ela chegou a esconder os objetos da polícia, que posteriormente foram descobertos. 

Até o momento, não há informações sobre o local que os animais resgatados serão encaminhados.

Últimas