Médica picada por jararaca no MT alerta para golpe com o nome dela

Imagem de Dieynne Saugo está sendo usada por golpistas para pedir dinheiro usando mensagens de WhatsApp. Família deu alerta nas redes sociais

A médica Dieynne Saugo, que foi picada por uma cobra em Mato Grosso, e publicou uma mensagem nas redes sociais para alertar sobre o uso de sua imagem por golpistas para pedir dinheiro usando o nome e a imagem dela. A irmã da médica, Nathalia Saugo, também deu o alerta.

Médica está internada em SP

Médica está internada em SP

Reprodução / Instagram

A família de Dieynne organizou uma vaquinha virtual para arrecadar dinheiro para bancar as despesas do tratamento de saúde da médica. Para colaborar é preciso acessar o site divulgado nas redes de Dieynne e seus amigos e familiares. A família não aborda estranhos por WhatsApp.

Alerta contra golpe no perfil da médica

Alerta contra golpe no perfil da médica

Reprodução / Instagram

A meta da arrecação é chegar a R$ 300 mil. Até a noite desta quarta-feira (9), o valor das doações chegava a R$ 188.260,74. 

Dieynne foi picada duas vezes por uma jararaca de cerca de dois metros de comprimento. O animal caiu na água enquanto a vítima se banhava na queda d'água em Nobres, no Mato Grosso. Amigos filmaram o momento do ataque. Nas imagens, é possível ver quando a médica começa a gritar.

De acordo com Sthefani Saugo, a família não imaginava que a picada geraria tantos problemas à saúde da irmã: "Num primeiro momento a gente pensou que uma picada de cobra não fosse nada demais porque a gente não sabia que tinha todo esse agravamento. Ela teve um inchaço grande no pescoço e no braço e os médicos falaram em necrose, amputação. Foi um milagre".

Internação

Logo após ter sido picada, no dia 30 de agosto, Dieynne foi encaminhada para um hospital em Cuiabá, onde passou por cirurgia e foi internada em estado grave na UTI. A pousada em que a médica estava hospedada não tinha soro antiofídico. Na quinta-feira (3), ela foi transferida de táxi aéreo do Complexo Hospitalar de Cuiabá para São Paulo, onde passou por uma cirurgia no braço na sexta-feira (4).

"Fiquei 9 dias na UTI, conversei muito com Deus, melhorei minha intimidade com ele e quando pedi uma resposta para tudo isso que estou passando, ele me disse: “Fique em paz minha filha, ordenei uma equipe de anjos pra te salvar! Não se esqueça da sua missão e do seu propósito de vida! Siga firme e forte na FÉ!", escreveu a médica.

Ela precisou passar por uma traqueostomia e por isso ainda não consegue falar, mas gravou um vídeo, que está legendado, em que é possível compreender o que diz: "Eu sou a prova viva de que os milagres existem!!! E que o bem sempre vence". Em uma de suas postagens, a médica afirma que apesar de ainda não conseguir falar, vem recebendo ligações das amigas, que se comunicam por leitural labial.