São Paulo Moradores reivindicam liberação de moradias e bloqueiam via de SP

Moradores reivindicam liberação de moradias e bloqueiam via de SP

Manifestação acontece na Estrada do M'Boi Mirim, próximo ao Terminal Guarapiranga, na zona sul. Via está totalmente interditada no sentido bairro 

  • São Paulo | Do R7, com informações da Agência Record

Moradores reivindicam liberação de moradias e bloqueiam via de SP

Moradores reivindicam liberação de moradias e bloqueiam via de SP

Reprodução/Redes Sociais

Uma manifestação pacífica acontece na Estrada do M'Boi Mirim, próximo ao Terminal Guarapiranga, na zona sul de São Paulo desde às 5h52 desta terça-feira (3). Moradores da região reinvindicam a entrega de apartamentos na estrada, na altura do número 130, no Jardim das Flores.

Leia também: Professores protestam nesta terça contra reforma da Previdência de SP 

Segundo uma das organizadoras do ato, Maria Dalila Clementino, dezenas de famílias, inclusive a dela, foram retiradas de casa em 2013 para a construção da avenida Luiz Gushiken, também na zona sul.

A moradora informou que, na época, a Prefeitura deu dois meses para as famílias deixarem suas casas, prometendo pagar um auxílio aluguel. Desde então, ficou acordada a construção de um condomínio para realocar as famílias e os moradores recebem valores que variam entre 400 e 600 reais por mês.

O imóvel ficou pronto em 2018, segundo Maria, mas os moradores não tinham respostas sobre o porquê os apartamentos não foram entregues.

Ano passado, em reunião com a Secretaria de Habitação da cidade de São Paulo, os moradores descobriram que a construtora responsável pela obra havia falido e não arcaria com os custos da compensação ambiental, necessária para legalizar o condomínio com a Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente.

Leia também: Metrô de SP tem falha em duas linhas e circulação é prejudicada

As famílias, então, tiveram que comprar, com dinheiro próprio, cerca de 120 mudas de árvores, ajudaram a construtora a plantar e seguem cuidando diariamente da área reflorestada.

Cansados de esperar sem respostas, as dezenas de famílias, que esperam pela entrega dos apartamentos, fazem um protesto em frente ao condomínio e bloqueiam a Estrada do M' Boi Mirim.

A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) informou que o sentido bairro da via, que ficou completamente interditada, foi liberada por volta das 08h28. Segundo a Polícia Militar, o ato foi pacífico. O 92º DP (Parque Santo Antônio) é responsável pela área.

Em nota, a Prefeitura de São Paulo informou que a responsabilidade da construção do empreendimento é da Caixa Econômica Federal e que só teve participação com a doação do terreno. Disse também que a construtora Hudson, responsável pela construção do Conjunto Ponte Baixa B, abandonou a obra no início do mês de janeiro, após problemas financeiros.

Últimas