São Paulo Motoristas de ônibus de São Paulo marcam greve para esta sexta; sindicato nega

Motoristas de ônibus de São Paulo marcam greve para esta sexta; sindicato nega

Parte da categoria anunciou uma paralisação depois que a eleição do sindicato teve o resultado suspenso pelo TRT

  • São Paulo | Do R7, com informações de Luan Leão*, Agência Record

Greve está programada para esta sexta-feira

Greve está programada para esta sexta-feira

Reprodução Site/Sindmotoristas

Motoristas e cobradores de ônibus de São Paulo anunciaram que farão uma paralisação nesta sexta-feira (1º). Eles protestam contra a suspensão do resultado das eleições do Sindmotoristas (Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores em Transporte Rodoviário Urbano de São Paulo), que ocorreu na semana passada. A decisão foi emitida pelo TRT (Tribunal Regional do Trabalho) após um pedido da Chapa 1.

Já o Sindmotoristas afirmou nesta quinta-feira (30) que não convocou a greve e que a eventual paralisação é "ilegal".

A nota que nega a paralisação é assinada pelo presidente Valdevan Noventa, que classificou a eleição ocorrida de "viciada" e "fraudulenta". Valdevan, que foi derrotado nas eleições, afirmou que a paralisação é uma "exploração política" de uma chapa que busca "obter vantagens indevidas explorando a boa fé da categoria profissional".

O mandato da gestão de José Valdevan termina nesta quinta-feira (30), no entanto, a Chapa 4 — vencedora do pleito — está impedida pela Justiça de tomar posse nestaa sexta, após uma ação movida pelas outras três chapas envolvidas no processo eleitoral. A atual gestão afirma que o mandato foi prorrogado com base no artigo 92 do Estatuto Social.

Os apoiadores da Chapa 4 alegam que a decisão do TRT fere o direito de autodeterminação do movimento sindical. Pela liminar, caso seja descumprida a decisão, os integrantes da Chapa 4, incluindo seu candidato a presidente, Edivaldo Santiago, serão multados em R$ 50 mil reais.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

Greve

Sendo realizada a greve, será a segunda paralisação dos ônibus municipais de São Paulo em menos de duas semanas. No dia 21, nove terminais foram bloqueados por sindicalistas. O ato aconteceu em meio à eleição do Sindmotoristas.

O próprio sindicato classificou a ação do dia 21 de uma maneira de "prejudicar o processo eleitoral".

Em julho, outro pleito realizado na sede do sindicato, na Liberdade, acabou adiado em razão de um tiroteio em frente à entidade.

*Sob a supervisão de Laura Lourenço, da Agência Record

Reveja as principais imagens da greve dos transportes desta semana

Últimas