São Paulo Mulher é atropelada por trem e morre na zona oeste de São Paulo

Mulher é atropelada por trem e morre na zona oeste de São Paulo

De acordo com a CPTM, a vítima invadiu a via, quando foi atropelada. O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas a vítima não resistiu e morreu no local

Acesso à faixa ferroviária por pedestres é ilegal

Acesso à faixa ferroviária por pedestres é ilegal

Willian Moreira/Futura Press/Folhapress

Uma mulher morreu, na tarde da última quinta-feira (10), após ser atingida por um trem da CPTM (Companhia Paulista de Transportes do Metropolitano). O acidente ocorreu entre as estações Lapa e Água Branca, da Linha 7- Rubi, zona oeste de São Paulo.

Veja também: Mãe de menino atropelado no Metrô não pôde ver as imagens da câmera

De acordo com a CPTM, a mulher invadiu a via e acabou sendo atropelada pela composição. O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas a vítima não resistiu e morreu no local.

Ainda segundo a companhia, o acesso à faixa ferroviária por pedestres é ilegal e põe em risco a segurança e também do sistema ferroviário.

Outro caso

Na última quarta-feira (9), um homem, de 30 anos, ficou gravemente ferido após "surfar" na parte de cima de um trem da CPTM. O Helicóptero Águia do Grupamento Aéreo da Polícia Militar foi acionado para fazer o resgate da vítima.

De acordo com a CPTM, o homem estava "surfando" no trem em movimento e acabou caindo nos trilhos. Um maquinista, que estava conduzindo um outro trem em direção a estação Júlio Prestes, viu a vítima caída sobre os trilhos, mas não conseguiu frear a tempo e atropelou o homem.

    Access log