São Paulo Mulher se recusa a usar máscara e dá tapa em cliente de farmácia

Mulher se recusa a usar máscara e dá tapa em cliente de farmácia

Vítima de agressão reagiu ao ver mulher xingando funcionária do estabelecimento em SP. Mãe da agressora afirmou que filha tinha problemas mentais

  • São Paulo | Do R7, com informações da Record TV

Uma mulher se irritou após ser obrigada a usar máscara e acabou agredindo uma cliente dentro de uma farmácia na cidade de Jundiaí, no interior de São Paulo. A cliente defendeu uma funcionária do local que era agredida verbalmente, quando a mulher a deu um tapa no rosto dela.  As informações são da Record TV.

Leia mais: Discussão sobre uso de máscara termina na delegacia em Campinas

Antes, a agressora havia entrado no estabelecimento sem a máscara. Como o uso do acessório é obrigatório, a funcionária do caixa pediu então, para que ela colocasse uma máscara. Caso contrário, não poderia permanecer no local. A mulher ficou agressiva, se recusou e xingou a funcionária.

Com a ameaça da funcionária de chamar a polícia, a mulher foi até o carro e colocou a máscara. Mas voltou para cobrar a funcionária. Neste momento, uma cliente entrou na discussão e pediu para a mulher abaixar a voz e ter respeito. As duas argumentaram, até que a mulher agrediu a outra cliente. A briga foi apartada logo em seguida.

Antes de ir embora, a mãe da agressora chegou a pedir para as vítimas não registrarem boletim de ocorrência contra a filha. Segundo a mulher, ela teria problemas mentais. Para a polícia, a agressora disse que ouviu uma voz que a mandou bater na cliente da farmácia.

A agressora já tinha um B.O. (Boletim de Ocorrência) de agressão, registrado contra ela pela própria mãe. As vítimas deram queixa contra a agressora por injúria e lesão corporal. 

Agressora, de roupas vermelhas, já tinha BO por agressão à própria mãe

Agressora, de roupas vermelhas, já tinha BO por agressão à própria mãe

Reprodução/ Record TV

Últimas