São Paulo 'Não vamos fazer tabelamento', diz Doria sobre alta no preço do arroz

'Não vamos fazer tabelamento', diz Doria sobre alta no preço do arroz

Governador reafirmou que Procon-SP passará a fiscalizar a partir da próxima segunda-feira (14), a alta súbita e expressiva do preço dos alimentos

Agência Estado - Economia
undefined

undefined

Bruno Escolástico/Photopress/Estadão Conteúdo - 4.9.2020

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta sexta-feira (11) que não irá fazer o tabelamento ou controle do preço do arroz no estado. "Não vamos fazer controle ou tabelamento de preços. Somo um governo liberal e respeitamos a variação de preços em função das regras de mercado", disse o governador sobre a atuação do órgão.

Leia também: Prefeitura de SP inicia protocolo de segurança para retomada das aulas

Doria ainda disse que o governo federal poderia ter ouvido melhor o setor produtivo de arroz para promover o equilíbrio de estoque e evitar a alta do preço dos produtos nos supermercados. Segundo Doria, em 2020 o estoque regulador do governo federal para o arroz teve o segundo pior registro em duas décadas.

"A inflação do arroz não foi causada pela pandemia. A produção não parou no Brasil nem em São Paulo", disse o governador.

Doria reafirmou que a Fundação Procon-SP, de defesa dos direitos do consumidor, passará a fiscalizar a partir da próxima segunda-feira (14), a alta súbita e expressiva do preço dos alimentos da cesta básica.

Últimas