São Paulo PM é preso em flagrante ao atirar em motociclista pelas costas em SP

PM é preso em flagrante ao atirar em motociclista pelas costas em SP

Condutor da moto, que havia sido roubada horas antes, foi atendido no Hospital Tide Setúbal, na zona leste, mas não resistiu e morreu

  • São Paulo | Elizabeth Matravolgyi, da Agência Record

PM atira em motociclista, que não estava armado, pelas costas na zona leste

PM atira em motociclista, que não estava armado, pelas costas na zona leste

Reprodução

Um policial militar foi preso em flagrante na madrugada do sábado (25), após atirar em um motociclistas pelas costas, que parou diante da abordagem policial e não estava armado, na zona leste de São Paulo. A vítima morreu horas depois no Hospital Tide Setúbal, na mesma região. As imagens foram registradas pelo circuito de segurança que mostram o momento da ação.

Leia também: PM de SP tem 1º semestre mais letal em 25 anos e mata 498 pessoas

Por meio de nota, a Secretaria de Segurança Pública afirmou que o caso foi registrado no DHPP, que segurirá com as investigações. A pasta afirma que a motocicleta havia sido roubada horas antes da abordagem e que o condutor foi socorrido ao Hospital Tide Setubal, onde morreu.

A SSP informou ainda que ele foi reconhecido pelo proprietário do veículo como autor do roubo. A Polícia Militar instaurou um Inquérito de Polícia Militar e trabalha no esclarecimento dos fatos.

Veja ainda: Sem controle efetivo, retreinar PM é insuficiente para conter abusos

"O condutor da motocicleta conduzia uma moto que foi roubada horas antes e fugiu das viaturas por diversas vias durante tentativa de abordagem. A Polícia Militar e a Polícia Civil apuram todas as circunstancias dos fatos", declarou a polícia. 

O caso

Sete viaturas da Polícia Militar chegam ao local após o disparo

Sete viaturas da Polícia Militar chegam ao local após o disparo

Reprodução

Segundo a Polícia Militar, informações iniciais registradas indicam que o homem que aparece nas imagens havia roubado uma moto, horas antes de ser abordado pelo policial. 

Ainda de acordo com a PM, o homem estava acompanhado de outra pessoa. Na hora do roubo, ele estaria armado, mas durante a fuga, teria entregue a arma ao parceiro, que fugiu com a moto. O dono da moto acionou a polícia e passou as características do homem e do veículo roubado.

Veja também: Latrocínios, estupros e roubos caem no 1º semestre na cidade de SP

Durante a fuga, o motociclista passou na frente da 2° CIA do 29° Batalhão de Polícia Militar, localizado na avenida Nordestina com a Rua Américo Gomes da Costa, em São Miguel Paulista, zona leste de São Paulo.

Nas imagens, o suspeito passa em alta velocidade com a moto e rapidamente volta na direção contrária da via. O policial que estava dentro do batalhão, sai e começa a atirar contra o motociclista.

Leia mais: PM de SP receberá 3 mil câmeras para monitorar ações policiais

O PM atira pelo menos duas vezes contra a moto. O homem, então, para o veículo e tenta desembarcar com as duas mãos no guidão. Ao tirar uma das pernas do veículo, o PM atira novamente contra o motociclista, que cai no chão.

Em seguida, chegam mais sete viaturas da Polícia Militar. Segundo a polícia, o suspeito que morreu já tem passagem pela polícia.

Últimas