São Paulo Polícia apura morte de ex-executivo do porto de Santos no interior de SP

Polícia apura morte de ex-executivo do porto de Santos no interior de SP

Valter Barros Barbosa, de 55 anos, capitão de corveta aposentado da Marinha, foi baleado na frente da esposa, no acostamento da BR-116, em Cajati

  • São Paulo | Do R7, com informações da Record TV

Veículo da vítima foi abordado no acostamento da BR-116, em Cajati (SP)

Veículo da vítima foi abordado no acostamento da BR-116, em Cajati (SP)

Reprodução

A Polícia Civil de Cajati, no interior de São Paulo, investiga o assassinato do capitão de corveta aposentado da Marinha do Brasil Valter Barros Barbosa, de 55 anos, ex-superintendente de operações portuárias da Santos Port Authority (antiga Codesp), executado a tiros na noite da última quarta-feira (13) dentro do carro, enquanto o veículo estava parado no acostamento da Rodovia Régis Bittencourt, na altura do Km 498.

Leia também: Novo rodízio de SP pode estimular fraudes em placas, diz PM

A esposa da vítima também estava no carro no momento da abordagem, presenciou o crime, mas não foi ferida. A mulher contou à polícia que dois suspeitos abordaram o casal e, após pegarem a carteira de identidade e o celular do marido, efetuaram os disparos. As informações foram confirmadas pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) de São Paulo, primeira guarnição a chegar ao local da ocorrência.

Viagem para Santa Catarina

De acordo com uma nota emitida pela Santos Port Authority, o ex-superintendente acabara de se desligar da empresa e estava a caminho de Santa Catarina, onde assumiria a diretoria de Infraestrutura e Logística na SCPar Porto de Imbituba. 

“Mais que um profissional dedicado, ele era um amigo. Perdi um amigo. Espero que Deus possa confortar o coração da família”, declarou o diretor de operações da companhia, Marcelo Ribeiro, ex-companheiro de Valter na Marinha brasileira.

No comunicado, a empresa ressaltou o pesar pela perda do ex-funcionário em função da "sua excelência profissional, mas, sobretudo, com sua simplicidade e disposição para ouvir e falar".

Por causa do desligamento da SPA, o executivo recebeu uma homenagem dos amigos e colegas da Superintendência de Operações Portuárias, imortalizada em uma placa de agradecimento pela 'profícua gestão' entregue pelo diretor de Operações, Marcelo Ribeiro, que o convidou para o cargo na companhia".

Últimas