São Paulo Polícia apura se presença de mulher em mansão configura abandono de incapaz pela família

Polícia apura se presença de mulher em mansão configura abandono de incapaz pela família

Delegacia abriu inquérito para investigar também se houve maus-tratos em cachorros resgatados no domingo

  • São Paulo | Do R7

Mulher costumava aparecer em janelas usando pomada branca; cachorros foram resgatados

Mulher costumava aparecer em janelas usando pomada branca; cachorros foram resgatados

Reprodução/Record TV e Instagram Instituto Luisa Mell

A polícia de São Paulo abriu inquérito para apurar a situação de uma mulher em uma mansão com aspecto de abandonada em Higienópolis, área nobre de São Paulo. A presença de Margarida Bonetti no local e suas aparições na janela sempre usando uma pomada branca chamaram a atenção da população e foram tema de um podcast do jornal Folha de S. Paulo.

Segundo o delegado Roberto Monteiro, da Delegacia Seccional Centro, o 4º DP apura um possível abandono de incapaz e maus-tratos nos cachorros resgatados do imóvel no último domingo (3).

“A casa não tem água, não tem energia. Como faz pra se manter numa casa uma senhora com uma situação tão precária?”, questiona Roberto Monteiro. Ele diz que, na investigação sobre possível abandono de incapaz, a polícia quer ouvir parentes, entre eles um filho, que mora na região, e uma irmã.

O imóvel, localizado na rua Piauí, começou a atrair a atenção de quem passa na região, e é comum ver pessoas fazendo "selfies" com o casarão ao fundo.

Segundo a reportagem da Folha de S. Paulo, ela cresceu no local e se mudou para os Estados Unidos com o marido nos anos 70. Enquanto o companheiro foi indiciado e condenado por manter uma empregada em condição análoga à de escravidão, Margarida conseguiu fugir para o Brasil ainda durante as investigações. Agora, porém, ela teria se mudado para local desconhecido, mas deixou seus cachorros em condição de abandono.

No domingo (3), o delegado Bruno Lima, conhecido pela atuação na causa dos animais, foi acionado pelo Instituto Luisa Mell e entrou na residência para resgatar dois cachorros. Eles estavam em condições insalubres e havia mau cheiro no local.

O paradeiro de Margarida Bonetti, após sua mansão se tornar um point em Higienópolis, é desconhecido.

Últimas