São Paulo Polícia busca segundo suspeito de decapitar mulher em SP

Polícia busca segundo suspeito de decapitar mulher em SP

Camila Cristina Moraes, de 32 anos, foi assassinada no início da manhã de domingo (25), na zona leste de São Paulo. Primeiro suspeito já foi preso

  • São Paulo | Beatriz Leite, da Agência Record

Mulher foi assassinada na zona leste

Mulher foi assassinada na zona leste

Reprodução/Record TV

A Polícia Civil está em busca do segundo suspeito de envolvimento no assassinato de Camila Cristina Moraes, de 32 anos. A mulher foi decaptada no início da manhã de domingo (25), em Guaianases, na zona leste de São Paulo.

Leia também: Número de vítimas de homicídios volta a crescer em São Paulo

Ainda na tarde de domingo, a Polícia Civil prendeu um suspeito de ter cometido o crime. Ele está preso no DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa).

Segundo o delegado Fábio Caipira, responsável pelo caso, o segundo suspeito é um homem que aparece em imagens levando a cabeça de Camila, dentro de um saco, para jogá-la em uma praça.

Os policiais ainda buscam esclarecer se esse outro suspeito participou do assassinato ou apenas ocultou o cadáver.

De acordo com delegado, o primeiro suspeito preso contou à polícia que estava em sua casa com a vítima e o comparsa e foi dormir. Quando acordou no meio da noite, viu a casa toda ensanguentada. Ele, então, limpou o sangue e voltou para a cama.

No entanto, a Polícia Civil descarta essa versão. Conforme as investigações, na casa do suspeito preso foi encontrado um machado, uma serra, vestígios de sangue e restos das tranças que a vítima usava.

Últimas