São Paulo Polícia Civil de SP prende traficante internacional em mansão em Angra 

Polícia Civil de SP prende traficante internacional em mansão em Angra 

André do Rap seria o responsável por esquematizar o comércio de drogas entre o PCC (Primeiro Comando da Capital) e países da Europa

Polícia Civil prende traficante internacional em mansão em Angra do Reis

Lancha de andré do rap, apreendida em Angra

Lancha de andré do rap, apreendida em Angra

Polícia Civil do Estado de São Paulo

A Polícia Civil de São Paulo prendeu na manhã deste domingo (15), em Angra dos Reis, no estado do Rio de Janeiro, o traficante internacional André de Oliveira Macedo, conhecido como André do Rap. Ele seria o responsável por esquematizar o comércio de drogas entre o PCC (Primeiro Comando da Capital) e países da Europa, via Porto de Santos.

Conforme as investigações, as drogas traficadas por André do Rap eram enviadas para a Calábria, na Itália, e de lá distribuída para todo o continente europeu.

André do Rap foi localizado em uma mansão na cidade de Angra dos Reis, no Rio de Janeiro. Com ele foram apreendidos diversos bens, como um helicóptero, no valor de R$ 7 milhões, uma lancha Azimut, de 60 pés, avaliada em aproximadamente em R$ 6 milhões, e um veículo, modelo Tucson.

Leia também: PF procura membros do PCC acusados de exportar cocaína

Durante as diligências, uma equipe policial da Divisão Antissequestro do Departamento de Operações Policiais Estratégicas (Dope) encontrou André do Rap junto de outros três criminosos – todos eram procurados pela Justiça.

De acordo com a Polícia Civil, a investigação contou com o apoio de agentes da Itália e dos Estados Unidos. 

Segundo o delegaco Nico Gonçalves, diretor do Dope, o traficante chegou a São Paulo em um voo que chegou no início da tarde no Campo de Marte, zona norte da capital paulista. André foi levado ao prédio onde funciona a Divisão Antissequestro, na rua Brigadeiro Tobias, 527.

Veja como foi o momento da prisão:

Traficante é levado pelos policiais: