São Paulo São Paulo bate recorde anual de congestionamento com forte chuva e alagamentos

São Paulo bate recorde anual de congestionamento com forte chuva e alagamentos

Desde a última terça-feira (7), a CET começou a monitorar o trânsito de todas as vias existentes na capital  

  • São Paulo | Do R7

Marginal Tietê

Marginal Tietê

Reprodução/Record TV 10.03.2023

A cidade de São Paulo registrou recorde anual de trânsito às 18h desta sexta-feira (10), com 429 km de congestionamento, em razão das fortes chuvas e dos alagamentos. Os dados são da CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), em parceria com o aplicativo Waze.

Desde a última terça-feira (7), a CET começou a monitorar o trânsito de todas as vias existentes na capital, ou seja, 20 mil km. Anteriormente, apenas um recorte das principais ruas e avenidas da cidade — de 868 km — era divulgado pela pasta. A companhia reforça que não é possível fazer comparações entre os índices de lentidão após a mudança do método de contabilização.

De acordo com o CGE (Centro de Gerenciamento de Emergências Climáticas), toda a capital paulista está em estado de atenção para chuva desde as 13h. Somando o congestionamento das 13h às 18h, a cidade registrou 3.150 km de trânsito. 

A zona sul registrou o maior índice pluviométrico, segundo o CGE, nos bairros do Jabaquara (76,5mm), Cidade Ademar (71,4mm), M'Boi Mirim (62,6mm) e Vila Mariana (56,2mm). O córrego Zavuvus, localizado em Jurubatuba, também na região sul, apresentou extravasamento das 14h41 às 16h18.

Chamadas feitas ao Corpo de Bombeiros

O Corpo de Bombeiros registrou 121 acionamentos para ocorrências relacionadas à forte chuva que atinge a capital paulista e a região metropolitana de São Paulo até as 17h20. Foram 83 chamadas para queda de árvores, 31 para enchentes e 7 para desabamentos. 

Últimas