São Paulo SP: Justiça manda prender suspeito de matar advogado na zona norte

SP: Justiça manda prender suspeito de matar advogado na zona norte

Vítima, que tinha 47 anos, levou tiro nas costas após se envolver em uma briga de trânsito, na noite do último sábado (7)

  • São Paulo | Do R7

Advogado foi morto após briga de trânsito

Advogado foi morto após briga de trânsito

Reprodução/Record TV

O TJ-SP (Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo) determinou a prisão do suspeito de matar o advogado Daniel Mourad Mazjoub, de 47 anos, após uma briga de trânsito, na noite do último sábado (7), no bairro da Água Fria, zona norte de São Paulo.

O suspeito foi identificado pela Polícia Civil após investigação do 20º DP (Água Fria). Após chegar à identidade do homem, a polícia solicitou a prisão à Justiça, que atendeu ao pedido.

Segundo a SSP-SP (Secretaria de Seguraça Pública do Estado de São Paulo), o advogado do suspeito está em contato com a polícia, negociando para ele se entregar. Ainda de acordo com a pasta, o caso segue sendo investigado por meio de inquérito policial a fim de localizar testemunhas que possam auxiliar no esclarecimento dos fatos.

O caso

Mazjoub dirigia um Jeep Compass branco quando se envolveu em uma discussão com o motorista de um Audi A4 prata. Os veículos se emparelharam pela avenida e o advogado desceu do carro para tirar satisfação.

Ao virar para retornar ao carro em que estava, o advogadofoi atingido com um disparo de arma de fogo nas costas. Assim que foi efetuado o disparo, a pessoa que estava no Audi fugiu.

A vítima tentou entrar no carro, mas perdeu as forças e caiu ao chão. A própria esposa do advogado acionou a Polícia Militar e levou, no carro da família, o advogado ao pronto socorro do Hospital São Camilo. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu.

Daniel Mourad Mazjoub foi sepultado no Cemitério Islâmico de Guarulhos, localizado na Avenida Doutor Timóteo Penteado, no domingo (8). O caso foi registrado no 20° DP da Água Fria.

Últimas