São Paulo SP se prepara para receber 15 milhões de foliões no Carnaval

SP se prepara para receber 15 milhões de foliões no Carnaval

Segurança da folia vai mobilizar 150.290 policiais. Além de 12 helicópteros, equipes vão contar também com 50 drones

Cidade será palco de desfiles de 667 blocos

Cidade será palco de desfiles de 667 blocos

Divulgação/ Reuters

O carnaval na capital paulista deve atrair 15 milhões de foliões este ano, 25% a mais do que em 2019, em todo o período entre pré e pós carnaval, do dia 15 de fevereiro a 1 de março. Estão programados 760 desfiles de 667 blocos registrados. Do total, 39 são megablocos que devem arrastar pelo menos 40 mil pessoas, de acordo com levantamento da SSP (Secretaria de Segurança Pública). 

Em todo o estado de São Paulo, serão 2.829 eventos, que vão mobilizar 150.290 policiais civis e militares. 

Além do serviço de 12 helicópteros, a polícia contará também com 50 drones. Os profissionais também contarão com o auxílio de câmeras de reconhecimento facial, que ajudaram a identificar suspeitos, foragidos e pessoas desaparecidas.

Leia também: Violência sexual contra crianças sobe 47% em 2 anos na cidade de SP

Nos dias de festa, ocorrerão também são os jogos de futebol e shows em estádios que ocorrerão durante o período de carnaval e pós carnaval, na capital de São Paulo. No dia 15/02 o Estádio do Morumbi recebe o clássico entre São Paulo e Corinthians às 19h, no dia 16/02 Palmeiras e Mirassol jogam no Allianz Parque às 16h. Dia 1° de março a equipe do São Paulo enfrenta a Ponte Preta no estádio do Morumbi às 16h e no mesmo dia o Allianz Parque recebe 47 mil pessoas para o show da banda Marron 5. 

O efetivo também será aumentado nas estações do Metrô e da CPTM. 

Leia também: Quatro são presos e R$ 2 milhões em drogas apreendidos em São Paulo

O COPOM (Centro de Operações da Polícia Militar), vai abrigar o Centro de Gerenciamento do Carnaval na cidade de São Paulo e na região metropolitana,  com a presença de todas secretarias e órgãos públicos do estado e dos municípios envolvidos (PMESP, PC, GCM, CPTM, Metrô, SPTrans, CET, Saúde, SAMU, Turismo, Cultura, dentre outros convidados).

Últimas