Suspeito de atropelar menino de 4 anos se apresenta à polícia, em SP

Motorista comparece à delegacia nesta sexta-feira (17), mas deverá prestar depoimento na semana que vem. Outra criança teve ferimentos graves

Kaique tinha quatro anos

Kaique tinha quatro anos

Reprodução Record TV

O homem que dirigia o carro responsável pelo atropelamento e morte do Kaique Pietro Ferreira da Silva, de quatro anos, além de ferir gravemente Emanuelly Fereira Barbosa, de quatro anos, compareceu ao 98º DP, onde o caso é investigado, nesta sexta-feira (17), acompanhado de um advogado. A informação é da Record TV.

No entanto, o suspeito, de 27 anos, deverá ser ouvido formalmente somente na próxima quarta-feira (22), de acordo com o titular da delegacia, Pedro Luís de Souza. O investigado não é habilitado, possui passagem na polícia por porte de armas, roubos e estava em liberdade provisória.

Cabisbaixo, o motorista deixou as dependências da delegacia sem falar com os jornalistas, após um encontro de aproximadamente uma hora com as autoridades policiais. Ele responde a inquérito por homicídio culposo (não intencional) na direção de veículo automotor, lesão corporal culposa e fuga do local de acidente

O delegado havia pedido a prisão temporária no dia seguinte ao atropelamento, ocorrido última segunda-feira (13) na rua Zike Tuma, situada no bairro de Campo Grande, zona sul de São Paulo. Porém, a solicitação ainda não foi aceita pela Justiça.

O atropelamento

Segundo informações registradas no boletim de ocorrência, o acidente ocorreu por volta da 1h00, quando um Gol prata invadiu a borracharia e atingiu pessoas que participavam de uma comemoração. Entre elas, as crianças. Kaique foi prensado contra a parede. Socorrido, o menino não resistiu aos ferimentos.

O motorista fugiu sem prestar socorro. Pessoas que passavam pelo local telefonaram para o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar.