São Paulo Suspeito de matar atleta fazia ameaças constantes, diz vizinho

Suspeito de matar atleta fazia ameaças constantes, diz vizinho

Segundo testemunhas, tio trabalhava em posto de combustível e se envolvia com frequência em confusões. Primo também é suspeito

  • São Paulo | Do R7

Reprodução/Record TV

Vizinhos do jogador de futebol para amputados do Corinthians, Israel, de 37 anos, afirmam que o tio do atleta trabalha como segurança em um posto de combustível na região, na zona leste de São Paulo, e tinha o costuma de ameaçar pessoas com uma faca. Ele é suspeito de matar o sobrinho com golpes de faca.

Segundo uma testemunha, devido ao trabalho do tio, identificado com Francisco, era comum ele se envolver em brigas na região, e sempre ameaçava os envolvidos em confusão. Na noite que Israel foi morto, ele teria sido chamado para apartar a briga entre o atleta e o primo. As informações são do Cidade Alerta, da Record TV.

Após o crime, Francisco foi para a delegacia, e teria confessado que entrou na briga entre o jogador e o primo, e teria agredido o atleta com pedaço de madeira. Ele, no entanto, negou o uso da faca, e alegou que se defendeu da vítima que atacava com a muleta.

O primo de Israel, identificado como Wellington, que teria iniciado a briga com o jogador por causa de uma herança da família, fugiu depois do crime. A família acredita que ele esteja em uma região de mata próximo do local. A polícia tenta localizar o suspeito, e pediu para Justiça a prisão dele.

O caso

Segundo informações da Record TV, recentemente, Israel teria chamado seu primo Wellington, que era morador de rua, para ficar em sua casa, devido às noites de frio intenso. O primo, no entanto, passou a discutir com Israel, alegando que era da família e devia ter parte na casa por ser herança.

Câmeras de segurança registraram o momento em que Israel e Wellington discutem na rua e o jogador é agredido com um pedaço de pau.  Israel é quem aparece de muletass, porque teve a perna amputada após um acidente de moto.

Fora do ângulo de visão das câmeras, em um beco, Wellington e o namorado da tia agridem Israel.

Segundo a polícia, o namorado da tia de Israel compareceu à delegacia e confessou que participou das agressões e foi preso por homicídio.

Últimas