São Paulo Suspeito de matar fotógrafo durante festa em SP responderá em liberdade 

Suspeito de matar fotógrafo durante festa em SP responderá em liberdade 

De acordo com a SSP, ele foi conduzido ao IML, onde passou por exame de corpo de delito, que confirmou as lesões sofridas 

  • São Paulo | Do R7, com informações da Agência Record

Felipe Ary de Souza

Felipe Ary de Souza

Reprodução/Redes sociais

Vinicius Eduardo Santos Saavedra, suspeito de esfaquear e matar o fotojornalista Felipe Ary de Souza durante uma festa no centro de São Paulo na quarta-feira (8), vai responder em liberdade. A informação foi confirmada pela SSP (Secretaria de Segurança Pública).

O crime aconteceu durante a madrugada em um apartamento localizado na República. A vítima participava de uma confraternização com Vinicius, a namorada dele — Ivis Scarlet —, e um amigo, identificado apenas como Pepê.

Neste domingo (12), o suspeito foi preso na região da Pompéia, na zona oeste da capital. Na delegacia, ele prestou depoimento e confessou a autoria no crime, porém alegou legítima defesa.

"O suspeito foi conduzido ao IML, onde passou por exame de corpo de delito que confirmou que as lesões sofridas pelo suspeito condizem com o relato. Um terceiro envolvido na briga foi identificado e será ouvido nessa segunda-feira. As investigações prosseguem", informou a SSP por nota.

À polícia, Vinicius contou que o grupo consumiu uma certa quantidade de drogas e bebidas alcoólicas. Durante uma conversa, ele perguntou a Felipe se ele teria coragem de traí-lo e ficar com a sua namorada Ivis.

Como resposta o jornalista teria respondido que "com certeza, pois estou solteiro e não teria problema em fazer isso". A fala irritou o agressor, dando início a uma intensa discussão. Em seguida, ele foi a cozinha, pegou uma faca e desferiu diversos golpes no abdômen da vítima.

Após o crime, uma câmera de segurança registrou o momento em que Ivis e Vinicius, com a blusa ensanguentada, deixaram o prédio. A vítima chegou a ser encaminhada a um hospital da região, porém não resistiu aos ferimentos.

Últimas