São Paulo Suspeito é preso e dois são procurados por roubo e agressão a idosos na zona sul de São Paulo

Suspeito é preso e dois são procurados por roubo e agressão a idosos na zona sul de São Paulo

De acordo com a PM, três homens invadiram a casa das vítimas no domingo (24) e as mantiveram reféns por 40 minutos

  • São Paulo | Rodrigo Balbino, da Agência Record

Um homem, suspeito de roubar a casa de idosos de origem oriental, agredi-los e mantê-los reféns por cerca de 40 minutos, foi detido pela Polícia Miliar na rua Mário Cardim, na Vila Clementino, zona sul de São Paulo, na noite de terça-feira (26). A polícia procura os outros dois suspeitos.

As equipes da polícia estavam em patrulhamento na região quando avistaram o homem. Os agentes, que tinham informações e características sobre suspeitos de integrar o grupo especializado em roubo a casas de orientais, conseguiram identificar o homem e decidiram abordá-lo.

Durante a abordagem, o homem teria confessado que participou de um roubo, envolvendo outros dois suspeitos, no domingo (24), na casa de dois idosos.

O trio saiu da casa das vítimas carregando sacolas e bolsas com pertences roubados

O trio saiu da casa das vítimas carregando sacolas e bolsas com pertences roubados

Reprodução/Record TV - 27.04.2022

De acordo com a PM, a casa das vítimas está localizada na rua Bonitos, na Vila Mariana. Imagens enviadas à reportagem mostram o momento em que os suspeitos invadem o imóvel, por volta das 16h.

O circuito mostra, inicialmente, dois homens com camisetas azuis que se aproximam do portão e forçam a fechadura, estourando o cadeado. A ação dura cerca de três minutos.

A mesma câmera mostra outro suspeito chegando às 16h16, com uma camiseta clara. Ele caminha pela rua e em seguida também entra no imóvel. Às 16h41 os suspeitos deixam a casa das vítimas, carregando bolsas e sacolas com os objetos roubados.

De acordo com o repórter Thiago Gardinali, da Record TV, após o trio sair da casa, o casal foi visto saindo pelo portão com as mãos amarradas.

Uma sobrinha das vítimas, que não quis se identificar, relatou que os homens foram violentos com os idosos, amarrando-os e agredindo-os fisicamente durante o roubo. Segundo a mulher, os suspeitos também ameaçaram o casal, obrigando-os a informar onde estavam as jóias e dinheiro da casa.

O trio teriam ainda a intenção de fazer transferências via Pix das contas bancárias dos idosos, mas tiveram problemas na comunicação por conta do idioma.

Dois dias após o crime, com a prisão de um dos suspeitos, os idosos foram à delegacia e reconheceram o homem, que tinha passagem por roubo à residência. O homem detido foi encaminhado para o 27° DP (Campo Belo), onde o caso foi registrado.

Últimas