São Paulo Tarcísio prevê R$ 2 bilhões para subsidiar trens e metrô mesmo com reajuste de passagem

Tarcísio prevê R$ 2 bilhões para subsidiar trens e metrô mesmo com reajuste de passagem

O governador anunciou o aumento da tarifa de R$ 4,40 para R$ 5 nesta quinta; o valor dos ônibus na capital não sofrerá mudança

  • São Paulo | Lucas Ferreira, do R7

Governador anunciou reajuste de tarifa nesta quinta

Governador anunciou reajuste de tarifa nesta quinta

Divulgação/Governo de SP - 14.12.23

O governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) afirmou que cerca de R$ 2 bilhões da Lei Orçamentária Anual de 2024 devem ser destinados para subsidiar os trens e o Metrô, mesmo com o reajuste da passagem de R$ 4,40 para R$ 5. A nova tarifa passa a valer a partir de 1° de janeiro. 

A declaração foi feita durante uma coletiva de imprensa, na tarde desta quinta-feira (14), em que se divulgou a campanha SP Sempre Alerta, com foco na prevenção de desastres e eventos climáticos extremos.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

"O subsídio vai ser pesado no ano que vem. Aquele reajuste que está sendo aplicado não traz neutralidade para a tarifa. Não traz a receita neutra, ou seja, o estado ainda vai aportar dinheiro para subsidiar o transporte. Caso contrário a gente vai ter uma situação de precarização dessas empresas e aí começa a perder a qualidade", explicou o governador. 

Capital

Em oposição ao estado, a Prefeitura de São Paulo informou que não vai reajustar a passagem dos ônibus municipais. Na corrida pela reeleição, o prefeito Ricardo Nunes (MDB) também anunciou, na última segunda-feira (11), a implantação da tarifa zero dos ônibus aos domingos.

Em relação ao tema, Tarcísio disse que "a prefeitura tem condição de manter a passagem em R$ 4,40, mas nós [o estado] não temos condição mais de manter a tarifa".

O governador ainda revelou que não foi pego de surpresa pelo posicionamento de Nunes. Os gestores se reuniram e conversaram antes dos respectivos anúncios. 

Últimas