São Paulo Teto desaba e destrói equipamentos em delegacia de Santos (SP)

Teto desaba e destrói equipamentos em delegacia de Santos (SP)

Fortes chuvas que atingiram a cidade litorânea no último fim de semana provoram estragos nas instalações do 2º DP. Não há informação sobre feridos

  • São Paulo | Cesar Sacheto, do R7

Cartório ficou danificado

Cartório ficou danificado

Reprodução

As fortes chuvas que atingiram a cidade de Santos, no litoral central de São Paulo, na noite da última sexta-feira (26), provocaram o desabamento de parte do teto do 2º DP (Distrito Policial), localizado na avenida Doutor Waldemar Leão, 252, no bairro Jabaquara. Alguns móveis e equipamentos de informática foram danificados. A perícia foi acionada para avaliar a extensão dos prejuízos.

Um boletim de ocorrência foi registrado. No documento, funcionários da delegacia constataram, após vistoria nas instalações, a destruição de mesas, monitor, scanner, impressoras e outros objetos, em função de provável infiltração no prédio.

Leia também: PMs são suspeitos de acobertar ataque à bomba em Nuporanga (SP)

Os policiais também encontraram uma forte goteira na luminária de um dos cartórios da delegacia, além de outra na cozinha existente no piso superior do edifício.

"Goteiras encontram-se por todo o prédio, em especial no piso superior, além de diversas rachaduras nos tetos por todo o edificio. Não houve qualquer prejuízo com relação a procedimentos existentes no distrito, nem objetos apreendidos", completou o relatório policial.

Ao tomar conhecimento do episódio, a presidente do Sindpesp (Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo), Raquel Kobashi Gallinati Lombardi, denunciou a falta de estrutura em delegacias no estado e cobrou providências da cúpula da segurança pública para garantir as condições de trabalho dos policiais civis e o atendimento à população na unidade atingida pelo desabamento.

"Esta imagem é o retrato agonizante da Polícia Civil do Estado de São Paulo . A população merece uma polícia presente e bem equipada, mas a realidade é muito diferente. Em muitas delegacias faltam policiais, estrutura, viaturas, armamentos e as delegacias estão caindo aos pedaços. Mais um exemplo do descaso do governo com a segurança pública", lamentou a delegada Raquel Kobashi Gallinati Lombardi.

Providências

O R7 procurou a SSP-SP (Secretaria de Estado da Segurança Pública de São Paulo) para saber quais providências devem ser adotadas para solucionar os danos ocorridos no prédio do 2º DP de Santos e eventual comprometimento no trabalho dos agentes públicos e na prestação de serviços à população.

Em nota, a pasta afirmou que a "Polícia Civil esclarece que o 2° DP de Santos segue funcionando normalmente e o reparo está em andamento. Parte do reboco do teto de uma sala cedeu no último sábado (27). Não houve feridos. A autoridade policial registrou os fatos e uma equipe do IC [Inscituto de Criminalística] periciou a unidade".

Últimas