São Paulo Três dias após corpo ter sido encontrado pendurado em árvore, vítima ainda não foi identificada

Três dias após corpo ter sido encontrado pendurado em árvore, vítima ainda não foi identificada

Foram solicitados exames ao IC e ao IML para o devido esclarecimento dos fatos; caso foi registrado como morte suspeita

  • São Paulo | Sandra Lacerda*, do R7

Funcionários da prefeitura iriam podar a árvore quando encontraram o corpo em Guarulhos (SP)

Funcionários da prefeitura iriam podar a árvore quando encontraram o corpo em Guarulhos (SP)

Reprodução

O corpo em estado avançado de decomposição que foi encontrado pendurado em uma árvore no canteiro central da avenida Natália Zarif, em Guarulhos, na manhã da sexta-feira (3), ainda não foi identificado, de acordo com informações da SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública de São Paulo).

Segundo o órgão, foram solicitados exames ao IC (Instituto de Criminalística) e ao IML (Instituto Médico Legal) para o devido esclarecimento dos fatos. A polícia continua a investigar as circunstâncias do crime. O caso foi registrado como morte suspeita pelo 9° DP (Guarulhos).

Relembre o caso

Funcionários da prefeitura de Guarulhos, na Grande São Paulo, prestavam serviços de zeladoria no canteiro central da avenida Natália Zarif — mais conhecida como marginal Baquirivu —, próximo ao terminal de ônibus Taboão, quando encontraram um corpo, pendurado pelo pescoço em uma árvore, já em estado avançado de decomposição.

O corpo foi avistado em cima de uma árvore que seria podada. Em nota, a prefeitura afirmou que o responsável pela regional comunicou a Polícia Militar, que fez a interdição do local.

*Estagiária sob supervisão de Isabelle Amaral

Últimas