São Paulo Três dias após descarrilamento, linhas 11 e 12 e Expresso Aeroporto voltam a operar normalmente

Três dias após descarrilamento, linhas 11 e 12 e Expresso Aeroporto voltam a operar normalmente

Causas são investigadas pela CPTM em conjunto com a MRS Logística, empresa responsável pelo transporte da carga

  • São Paulo | Edilson Muniz e Isabelle Gandolphi, da Agência Record

Descarrilamento na linha 12-Safira será investigado pela CPTM e pela MRS Logística

Descarrilamento na linha 12-Safira será investigado pela CPTM e pela MRS Logística

Edi Sousa / Estadão Conteúdo / 05.12.2022

Após três dias de problemas nas operações, as Linhas 11-Coral e 12-Safira e o Expresso Aeroporto voltaram a operar normalmente desde as 4h desta terça-feira (6). A CPTM informou que o funcionamento normalizado ocorre após atuação dos técnicos nos reparos do trecho danificado pelo descarrilamento do trem de carga operado pela MRS Logística, ocorrido na madrugada de sábado (3), próximo à estação Tatuapé.

A transferência para o metrô na estação Tatuapé não está mais aberta de forma gratuita e o acesso ao sistema Paese foi cancelado.

Desde a madrugada de sábado, quando ocorreu o descarrilamento, os técnicos da CPTM e da MRS trabalharam para a retirada das peças das vias e recomposição dos trilhos. Foram 5 locomotivas com 16 vagões de carga, 10 de areia e 6 de bobina de aço (com 14 bobinas que pesam 30 toneladas cada).

A investigação das causas do acidente é realizada pela CPTM, em conjunto com a MRS, por meio das Comissões Permanentes de Segurança em Sistemas Operacionais (Copese) das duas empresas, que têm por objetivo monitorar e analisar ocorrências. As empresas propõem ainda ações corretivas e preventivas para minimizar e eliminar qualquer risco à segurança operacional, emitir pareceres e análises técnicas.

Como ocorreu o descarrilamento

Um trem de carga da MRS Logística descarrilou na linha férrea por onde passam os trens da Linha 12-Safira da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), entre as estações Tatuapé e Engenheiro Goulart, na zona leste de São Paulo. Não houve registro de feridos.

Em decorrência do problema, três linhas da CPTM tiveram a operação afetada desde sábado (3). O Sistema Paese foi acionado para atender os passageiros que passavam pelo trecho. Na Linha 11-Coral, a CPTM ofereceu ônibus do Paese entre as estações Tatuapé e Itaquera. Como opção, disponibilizou a Linha 3-Vermelha do Metrô.

Na Linha 12-Safira, a circulação foi interrompida entre as estações Tatuapé e Engenheiro Goulart. A CPTM também disponibilizou o serviço Paese nessas estações. Por fim, os trens do Serviço Expresso Aeroporto da Linha 13-Jade ficaram temporariamente suspensos. 

O problema provocou caos e tumulto na manhã da segunda-feira (6) em diversas estações da CPTM e do Metrô. 

Últimas