São Paulo Um mês após morte de ator, polícia mantém investigação sobre a causa

Um mês após morte de ator, polícia mantém investigação sobre a causa

Agentes foram à passarela do terminal Bandeira, de onde Ricardo Merini caiu, e tentaram reconstituir os últimos passos do modelo 

  • São Paulo | Do R7, com informações de Leonardo Lara, do Cidade Alerta

O ator Ricardo Merini

O ator Ricardo Merini

Reprodução/Redes sociais

Um mês após a morte do ator e modelo Ricardo Merini, encontrado morto no Centro de São Paulo, a polícia ainda tenta descobrir o que aconteceu para que ele caísse de um viaduto.

A principal hipótese é que Merini tenha sido empurrado, já que marcas em suas mãos indicam que ele tentou se agarrar à barra de ferro da proteção existente na passarela que passa sobre o terminal Bandeira. O ator caiu de uma altura de quase 6 metros e morreu no local.

O modelo desapareceu na noite de 21 de outubro. Ele tinha acabado de voltar de uma viagem ao sul do Brasil. Deixou seu apartamento por volta das 22h e não foi mais visto com vida. Ele teria sido abordado na passarela do terminal, possivelmente para um assalto. O celular da vítima foi localizado em uma comunidade do Jaguaré, na zona oeste de São Paulo.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

'Alegre'

A morte de Merini foi muito lamentada nas redes sociais. Em publicações, conhecidos usaram adjetivos como "alegre", "gentil", "cheio de luz e amor" para descrever o artista.

Maria Carmen Merini, tia da vítima, lamentou a morte do sobrinho e falou sobre a dor que a família sente neste momento. "Nos despedimos deste menino meigo, lindo, alegre e tudo de bom nesta vida", afirmou a tia ao publicar uma foto ao lado dele.

Ator Ricardo Merini era conhecido por ser 'alegre' e 'cheio de amor'

Últimas