São Paulo Viaduto que cedeu fecha trechos de marginal e complica volta do feriado

Viaduto que cedeu fecha trechos de marginal e complica volta do feriado

Trens da linha 9-Esmeralda também reduzem a velocidade entre as estações Villa Lobos-Jaguaré e Cidade Universitária

Viaduto que cedeu

Viaduto na marginal cedeu na quinta-feira (15)

Viaduto na marginal cedeu na quinta-feira (15)

Alex Silva/Estadão Conteúdo

Após seis dias dos feriados prolongados da Proclamação da República e da Consciência Negra, a rotina dos paulistanos que utilizam alinha 9-Esmeralda da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) e a marginal Pinheiros deve se tornar mais difícil  nesta quarta-feira (21), por causa do viaduto que cedeu na última quinta-feira (15).

Para os usuários da CPTM, os trens circulam com velocidade reduzida no trecho entre as estações Villa Lobos-Jaguaré e Cidade Universitária — o viaduto que cedeu fica bem em frente ao Parque Villa Lobos.

Leia também: Interdições por causa de viaduto vão impactar rotina de milhares

Já os motoristas enfrentam interdições em vias entre a zona sul e a região central de São Paulo. Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), as seguintes vias estão fechadas:

- Acesso local/expressa antes ponte Engenheiro Ary Torres;
- Acesso do viaduto República da Armênia para a avenida das Nações Unidas, pista expressa;
- Acesso local/expressa, para a avenida das Nações Unidas, altura da rua Tucumã;
- Acesso local/expressa, para a avenida das Nações Unidas, altura da rua Ofélia;
- Pista expressa da avenida das Nações Unidas, sentido Interlagos/Castelo Branco, após a transposição expressa/local, depois da ponte Eusébio Matoso até o viaduto em obras;
- Acesso expressa/local após avenida Antonio Batuira;
- Acesso da pista central à pista expressa da avenida Nações Unidas, após ponte Cidade Universitária;
- Acesso local/expressa, na altura da rua Capepuxis;
- Acesso local/expressa, na altura da rua Castro Delgado;
- Acesso expressa/local, altura do Shopping Villa Lobos;
- Acesso local/expressa, altura do Parque Villa Lobos (acesso à obra).

A CET anunciou na segunda-feira (19), a liberação de dois trechos da marginal que totalizam 10 km.

O primeiro trecho liberado abrange a saída da ponte Octavio Frias de Oliveira, a Estaiada, para a avenida Nações Unidas, pista expressa, sentido Interlagos/Castelo Branco, até antes da transposição (passagem de uma pista à outra) da pista expressa/local após a ponte Eusébio Matoso.

Já o segundo trecho que a CET liberou vai da ponte João Dias até a transposição da pista expressa à local sob a ponte Octavio Frias de Oliveira. 

Nesta quarta-feira, o secretário municipal de Mobilidade e Transportes, João Octaviano Machado Neto, e o presidente da CET, Milton Persoli, devem passar a manhã na Central de Operações da Companhia de Engenharia de Tráfego acompanhando o trânsito no retorno à cidade.

Na terça-feira (20), a prefeitura publicou no Diário Oficial do Município a criação do Comitê de Crise de Pontes e Viadutos. O objetivo é coordenar, acompanhar e monitorar medidas preventivas ou reparadoras, administrativas e judiciais, visando à manutenção da segurança e estabilidade das pontes e viadutos da cidade.