São Paulo Vizinho espalha pedaços de pão envenenado para matar cachorros em SP

Vizinho espalha pedaços de pão envenenado para matar cachorros em SP

Caso ocorreu em condomínio de casas no Butantã, zona oeste da capital; suspeito está sendo investigado por abuso de animais

  • São Paulo | Do R7, com informações do Balanço Geral, da Record TV

Um homem foi gravado por câmeras de segurança colocando pedaços de pão com veneno de rato para matar cães em condomínio de casas localizado no Butantã, na zona oeste de São Paulo. Até o momento, quatro animais foram envenenados.

O tutor de uma cadela chamada "Pituca", Antoniel Santos, foi o responsável por descobrir o que estava ocorrendo na vizinhança. A cachorra estava passeando com o dono quando comeu o pão envenenado. Ela chegou a ser internada às pressas, mas teve uma parada cardíaca e não resistiu. "Foi uma situação muito louca. Muito rápida", afirmou ao Balanço Geral

A cadela Pituca ingeriu o pão envenado e não resistiu

A cadela Pituca ingeriu o pão envenado e não resistiu

Reprodução/ Record TV

Câmeras de segurança do condomínio registraram o momento em que um homem deixa a armadilha perto de um carro. O veneno foi colocado em maior quantidade na grama, onde os cachorros costumam ficar mais tempo. Cerca de uma hora depois, é possível ver na gravação Pituca ingerindo o pão envenenado. 

Uma outra cachorra comeu o veneno durante um passeio com o tutor. Imagens de câmeras de segurança registraram o momento que Chloe encontra o pão. Na mesma noite, o animal passou mal, foi levado ao veterinário e após o tramento, sobreviveu, porém lida com sequelas, como tremores. De acordo com os donos de Chloe, o comportamente da cachorra mudou e ela está mais medrosa.

Antôniel Santos fez um boletim de ocorrência após tirar satisfações com o suspeito. A reportagem tentou falar com ele, mas as tentativas de contato não foram atendidas. 

O caso foi registrado como abuso de animais e o suspeito deve ser ouvido nos próximos dias. 

Últimas