Saúde Argentina identifica causa de pneumonia até então misteriosa que já matou quatro pessoas

Argentina identifica causa de pneumonia até então misteriosa que já matou quatro pessoas

Trata-se de uma bactéria que é encontrada em ambientes de água doce, que pode se espalhar por meio de canos de água ou dutos de ar-condicionado

AFP
  • Saúde | por AFP | Do R7

Ministra suspeita que seja a bactéria legionella pneumophilis

Ministra suspeita que seja a bactéria legionella pneumophilis

Reprodução/National Library of Medicine

A bactéria legionella foi identificada como a causa de um surto de pneumonia bilateral na Argentina, que até este sábado (3) havia causado quatro mortes entre onze pessoas infectadas em uma clínica em Tucumán, informou a ministra da Saúde, Carla Vizzotti.

"O agente etiológico que causa o surto de pneumonia bilateral é a legionella", disse Carla em entrevista coletiva.

"O sobrenome da bactéria está sendo tipificado, embora seja possível que seja [legionella] pneumophila", complementou.

A bactéria conhecida como legionella causa a doença dos legionários, um tipo muito grave de pneumonia atípica com febre e infecção pulmonar aguda.

Este sábado foi notificada a morte do quarto doente, um homem de 48 anos que estava internado em estado grave.

A bactéria é encontrada em ambientes de água doce, como lagos e córregos, e pode se espalhar por meio de canos de água ou dutos de ar-condicionado.

O surto ocorreu em uma clínica particular em Tucumán (1.300 km ao norte de Buenos Aires), principalmente entre profissionais de saúde, com pacientes que apresentaram os primeiros sintomas a partir de 18 de agosto.

"A partir de agora, os pacientes estão sendo encaminhados e estão sendo tomadas ações na clínica para identificar se [a bactéria] está na água", disse a ministro.

As autoridades de saúde avaliam quais medidas tomar “para melhorar esta situação e para que o centro de saúde possa voltar a ser utilizado para internação de pessoas, sem qualquer risco”, acrescentou Carla.

A Covid, a gripe, a gripe e o hantavírus foram descartados como causa desde os primeiros momentos em que o surto foi conhecido.

Sete bactérias e fungos que provocam doenças fatais

Últimas